Noticias

Tesla investe 1,5 mil milhões de dólares em criptomoeda!

De acordo com a agência Reuters, a Bitcoin teve uma grande evolução de forma abrupta! Os responsáveis são Elon Musk e a Tesla devido a um investimento de 1,5 mil milhões de dólares em criptomoeda.

Os anúncios, enterrados profundamente no relatório anual de 2020 da Tesla, geraram um aumento de 10% na cripto moeda mais vendida do mundo. Os investidores adiantam que outras empresas investem ou mantêm a bitcoin, inclusive a BlackRock, a Square e PayPal.

Elon Musk “derrubou” Wall Street no ano passado e tudo indica que se tornou o homem mais rico do mundo, já que as ações da Tesla subiram quase 500% tornado-a na quinta empresa americana mais valiosa do mundo. Atualmente, não faltam investidores e empresas a querer “seguir o rasto” da marca americana de veículos elétricos.

“Se qualquer outra pessoa decidisse colocar parte do seu património em Bitcoin, não teria sido levada a sério”, afirmou Thomas Hayes, gerente da Great Hill Capital LLC em Nova York. “Mas quando o homem mais rico do mundo investe em bitcoin, todos passam a ter interesse.”

A notícia aumentou significativamente as transações de criptomoedas e fez com que bolsas como Coinbase, Gemini e Binance enfrentassem problemas técnicos. Um defensor da bitcoin, Elon Musk foi, em parte, responsável pela valorização da moeda digital.

Anteriormente afirmou que a bitcoin estava “perto” de ter melhor aceitação entre investidores e, em dezembro, questionou se eram possíveis as grandes transações da moeda.

No final do mês passado, Elon Musk mudou a biografia da sua conta no Twitter, que tem 46 milhões de seguidores, para “#bitcoin”.

A Tesla afirma que a decisão faz parte da sua ampla política de investimentos como empresa, que visa diversificar e maximizar o seu retorno. O informações revelaram que a marca acabou 2020 com 19,39 mil milhões em dinheiro e equivalentes.

“Esperamos começar a aceitar bitcoin como forma de pagamento pelos nossos produtos num futuro próximo, sujeito às leis aplicáveis e inicialmente de forma limitada, que podemos ou não liquidar na receção”, afirmou a Tesla.

A Tesla investiu um total de 1,5 mil milhões em bitcoin com a politica de “adquirir e manter ativos digitais de tempos em tempos ou a longo prazo”.

A Gold também valorizou mais de 1%, enquanto a Ethereum, outra criptomoeda, atingiu novos recordes.

Os bancos centrais continuam céticos em relação às moedas digitais, mas alguns especialistas afirmam que quanto maior for a utilização no mundo real, mais atraente esta moeda será como reserva de valor a longo prazo.

A Bitcoin subiu mais de 10% e atingiu novos recordes após a divulgação por parte da Tesla.

“O argumento para bitcoin está a evoluir. As razões de aquisição eram atribuídas a algo negativo, mas de repente há razões positivas, e é por isso que a bitcoin está a atingir novos máximos”, declarou Mohamed El-Erian, assessor económico chefe da Allianz.

A Tesla é a última empresa a adicionar a bitcoin ao seu património, seguindo ações semelhantes às da Square, a empresa de pagamentos liderada pelo CEO do Twitter, Jack Dorsey, e pela empresa de software norte-americana MicroStrategy.

PayPal afirmou em outubro que permitiria aos clientes comprar, vender e manter bitcoin e outras moedas virtuais, através da utilização de carteiras online.

“Se esta moeda se tornar uma tendência nas tesourarias corporativas, colocá-la de parte só fará com que se torne mais valiosa ”, disse Maya Zehavi, consultora blockchain.

Elon Musk também “adotou” outras criptomoedas como a dogecoin cuja publicação de Elon Musk no Twitter enviou o seu preço para valores recorde.

Dogecoin foi criada como uma crítica satírica ao frenesi da criptografia em 2013. Esta moeda nunca teve valores equivalente à bitcoin ou ethereum, mas quase duplicou o seu valor após a publicação.

Artigo anterior

Já disponível em Portugal,  a nova Volvo V90 T6 Recharge

Artigo seguinte

Lotus marca o fim de uma era com as últimas versões do Elise e Exige!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.