NoticiasEntrevistas

Gil Antunes e Diogo Correia testaram o Dacia Sandero R4! Nós estivemos lá!

O Piloto Gil Antunes e o seu navegador Diogo Correia escolheram Covas de Ferro, para testar o novo Dacia Sandero R4 que os irá acompanhar no campeonato Português de Ralis em 2020. Este projecto Dacia R4 é único no mundo e é o primeiro automóvel da categoria a surgir no CPR.

No ano passado, a dupla aruilense sagrou-se campeã nacional de Ralis nas 2 rodas motrizes ao volante do Renault Clio R3T, conquistando uma ambição já antiga. Este ano, o piloto decidiu elevar a fasquia e passar às 4 rodas motrizes. Contudo, a aposta não foram os R5, onde o orçamento é mais elevado.

Para transitar entre a categoria líder na duas rodas motrizes R3 e as 4 rodas motrizes, o passo mais “racional” será a categoria R4. O R4 é um KIT desenvolvido pela Oreca e que pode ser implementado em qualquer carroçaria, há Audi A1, FIAT 500X, Renault Clio, Toyota Yaris, entre outros. O piloto Português optou pelo Dacia Sandero, que sofreu alterações “pesadas” a todos os níveis.

Debaixo do capô está um motor 1.6 Litros Turbo com 280cv de potência (gasolina 98) e caixa sequencial de 5 velocidades, tracção integral, suspensões semelhantes às de um automóvel da categoria R5, entre outros elementos que foram herdados da categoria superior.

A escolha deste modelo vê-se justificada pela ligação do piloto à Renault.

No primeiro teste com o Dacia Sandero R4, o piloto Gil Antunes explorou o automóvel e tentou em conjunto com a Domingos Sport encontrar o setup ideal para várias ocasiões. Foram realizados vários quilómetros para ganhar “know-how” numa máquina bem diferente daquela a que estão habituados.

No final do Teste Gil Antunes afirmou: Este é um carro muito diferente daquele a que estamos habituados e foi a nossa primeira vez na terra com um 4 rodas motrizes. Correu muito bem, estamos entusiasmados, embora não tenha dado para percebermos os tempos ou o andamento face a automóveis da categoria R5. Foi importante testarmos para ganhar ritmo, perceber melhor o carro e as configurações ideais para algumas situações como tipos de pisos mais irregulares ou estradões de terra menos acidentados. Não se sabe quando é que os ralis voltarão à normalidade devido à situação do Covid, a vontade de conduzir o carro é muita, mas percebemos que a saúde pública é mais importante.

Fotos: João Santos

Artigo anterior

COVID-19: Groupe PSA decide fechar as suas fábricas na Europa

Artigo seguinte

Dois Land Rover Defender "desatascam" camião tir!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.