Noticias

Bugatti terá mais versões focadas nos circuitos!

O CEO da Bugatti, Stephan Winkelmann , confirmou que há novas versões do Bugatti Chiron a chegar, mas que terão características diferentes do Sport 300 +.

O Bugatti Chiron bateu novamente o recorde de velocidade para os automóveis de produção, com 490 km / h, embora não seja reconhecido, enquanto não for certificado. Logo após esta conquista, a Bugatti afirmou que ia deixar de perseguir recordes de velocidade.

Falando com a CNET, Stephan Winkelmann explicou que a marca pretende concentrar-se noutras conquistas para as futuras versões: “A performance não é apenas no andar depressa a direito. Quando se concebe um automóvel como o Bugatti Chiron, está-se no auge do que se pode conseguir e é impossível fazer tudo com um único automóvel.” Comentou

“Precisamos de fazer automóveis diferentes, para destacar outras áreas. É tão complexo que não é possivel fazê-lo com um automóvel. O polivalente é o Bugatti Chiron básico, depois temos uma versão mais espigada Sport e uma versão focada na aceleração e velocidade máxima que apelidamos Super Sport. ”

De acordo com líder da Bugatti, as próximas duas versões do Bugatti Chiron estarão empenhadas em “diferentes áreas”. Uma estará focada na relação peso/potência, enquanto outra terá como objectivo um comportamento dinâmico de excelência. O ex-responsável pela Lamborghini e Audi Sport afirmou que os hipercarros terão a actual plataforma Chiron, uma vez que acredita que esta base pode durar até meados da próxima década.

A Bugatti terá apenas 500 exemplares do Bugatti Chiron, um número que abrange todas as versões futuras, algumas das quais podem seguir os passos do Veyron e serem de edições limitadas com pinturas exclusivas.

Artigo anterior

Aston Martin revela Vantage Cup para campeonato monomarca!

Artigo seguinte

Kia Picanto GT Cup ao rubro em Jerez de La Frontera!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.