Noticias

Volkswagen revê o futuro da Bugatti, Lamborghini e Ducati!

Os executivos do Grupo Volkswagen confirmaram que o grupo está a “repensar” o futuro da Bugatti, Lamborghini e Ducati.

Em Novembro será discutida uma estratégia cujo objetivo é aumentar as receitas. Os planos do grupo podem incluir parcerias tecnológicas para a Lamborghini, Bugatti e Ducati, restruturação ou outras outras alternativas como a venda de marcas.

A agência Reuters recebeu declarações de altos quadros do grupo Volkswagen, em que estes admitiam que o grupo estava a averiguar a existência de recursos para desenvolver a eletrificação nas marcas com menores números de vendas, enquanto investem milhares de milhões a desenvolver a eletrificação nas marcas mais vendidas do grupo.

Em 2019, a Lamborghini vendeu 4554 veículos, enquanto a Bugatti vendeu apenas 82 veículos. No mercado das duas rodas, a Ducati vendeu 52.000 unidades no mesmo período. Os altos quadros do grupo não estão ainda covencidos com o investimento em eletrificação para estas marcas, principalmente se a eletrificação não for bem vista por parte dos fãs e clientes.

O presidente do Grupo Volkswagen, Herbert Diess, recusou comentar o futuro destas marcas, mas, em entrevista à Reuters, reconheceu que o grupo precisa de investir seriamente nos veículos elétricos e autónomos.

“Estamos constantemente a observar as nossas marcas e nesta fase de mudança, este ‘seguimento’ é fundamental para o grupo. Perante esta quebra de mercado, devemos concentrar-nos na transformação e no que esta significa para as partes individuais do grupo ”, disse Herbert Diess. “As marcas devem ser avaliadas em relação aos novos requisitos. Por eletrificação, por alcance, por digitalização e conectividade dos veículos. Há um novo espaço de manobra e cada marca deve encontrar seu lugar.”

Estes “desenvolvimentos” surgem pouco tempo depois de algumas informações de que o Grupo VW podia “entregar” a Bugatti para à Rimac em troca de um aumento de ações da Porsche na marca Croata.

Artigo anterior

Volvo Cars inicia produção do seu primeiro 100% elétrico

Artigo seguinte

Hyundai i10 1.0 MPI: O citadino que quer ser utilitário!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.