Noticias

Renault e Grupo FCA continuam “negociações à porta fechada”!

A Renault e o grupo FCA continuam negociações que dependem da Nissan e Governo Francês.

De acordo com a imprensa internacional a Nissan quer que a Renault reduza significativamente as suas acções de 43,4% na marca nipónica em troca do seu apoio a uma fusão de 35 mil milhões entre a FCA e a Renault.

A FCA apresentou oficialmente o plano de fusão com a Renault no dia 27 de Maio e deu-se inicio à negociação. No entanto, o grupo italiano suspendeu repentinamente a sua proposta de fusão nas primeiras horas do dia 6 de Junho, devido à actual situação política de França. Ao que parece, o governo francês tinha “bloqueado” a votação do conselho da Renault numa tentativa de ganhar o apoio da Nissan para o acordo.

Fontes da Aliança afirmam que o presidente do grupo FCA, John Elkann, e o presidente da Renault, Jean-Dominique Senard, mantiveram as negociações. Contudo, as empresas não prestam declarações oficialmente.

Um responsável Sénior do grupo FCA, chamado Toby Myerson, esteve na sede da Nissan em Yokohama, no Japão, na segunda-feira para discussões com a direcção da marca e provavelmente com o director executivo da Nissan, Hiroto Saikawa.

Hiroto Saikawa argumenta que a aliança com a Renault precisa de “reequilíbrio”. A Nissan é muito maior que a Renault, mas tem apenas 15% de acções na marca francesa e não tem direito a voto, enquanto a Renault controla 43,4% da Nissan. De acordo com os japoneses, estas acções têm de ser negociadas.

Após a FCA ter “levantado a proposta”, o governo francês revelou que estava disposto a reduzir as acções e influências de 15% na Renault, para que a fusão se realize. Contudo, o governo francês afirma fazê-lo, apenas, se esta fusão beneficiar toda a aliança.

Artigo anterior

Mazda 3 1.8 SKYACTIV-D Evolve: Primar pela diferença!

Artigo seguinte

Mercedes GLB tem 7 lugares e chega ainda este ano!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.