NoticiasComunicados de Imprensa

Novo Honda Jazz inspirado pelo conhecimento da tecnologia híbrida na Fórmula 1

Quando o Novo Honda Jazz for lançado no segundo semestre deste ano, este irá contar com a inovação híbrida avançada da Honda desde a pista de corrida para a estrada. Utilizando os conhecimentos de engenharia da sua equipa de automobilismo, a Honda está a adquirir conhecimento do seu programa de Formula 1™ Hybrid Power Unit (PU), com o objetivo de melhorar a eficiência energética do sistema híbrido e:HEV da marca.

O mais recente Honda Formula 1 Hybrid Power Unit, intitulado de RA620H, utiliza um motor de combustão interna altamente eficiente de seis cilindros e 1600cc, combinado com um Sistema de Recuperação de Energia. Os sistemas híbridos avançados reciclam engenhosamente a energia produzida pelos travões e gases do tubo de escape, de forma a gerar uma potência adicional para a aceleração e reduzir o turbo-lag. Na época passada, a Honda Hybrid Power Unit ajudou as suas equipas parceiras, Aston Martin Red Bull Racing e Scuderia Toro Rosso (agora conhecido como Scuderia AlphaTauri), a conquistar um total de três vitórias e seis lugares no pódio.

Durante as corridas, os engenheiros da Fórmula 1 da Honda estão constantemente a avaliar e a alterar a taxa de energia recuperada e utilizada pelo sistema híbrido, com o objetivo de oferecer o melhor desempenho possível. O conhecimento que desenvolveram ao trabalhar com a tecnologia híbrida até níveis de eficiência e potência ideais influencia a gama de motorizações híbridas avançadas e:HEV nos seus veículos de passageiros.

O mais recente modelo a beneficiar desta tecnologia é o Novo Honda Jazz. O seu sistema híbrido e:HEV recicla energia e aproveita-a para carregar a bateria e, desta forma, dar suporte à potência do motor para um desempenho forte sem interrupção entre os modos de condução e uma eficiência máxima.

Yasuaki Asaki, Head of PU Development, explica: “Durante um fim de semana de competição de Fórmula 1, as equipas têm que gerir com muito cuidado a quantidade de combustível que utilizam para cumprir os regulamentos da competição. Numa corrida podemos dividir a quantidade total de combustível pelo número de voltas, no entanto haverá situações nas quais uma equipa iria ter desejado utilizar mais combustível, com o objetivo de obter um melhor desempenho e, noutras situações da corrida, desejado poupar combustível para utilizar mais tarde como, por exemplo, nas entradas do safety car. Numa corrida, a comunicação entre o engenheiro e o piloto é a chave para alcançar o melhor equilíbrio. No entanto, nos híbridos e:HEV citadinos, aplicamos os nossos conhecimentos para garantir que a motorização oferece a melhor relação possível entre potência e eficiência para o condutor, em qualquer modo de condução.”.

O sistema e:HEV foi desenvolvido recentemente para o Novo Honda Jazz e projetado para oferecer uma ótima eficiência de combustível e uma agradável experiência de condução. Este sistema consiste em dois motores elétricos compactos, conectados a um motor a gasolina 1.5 DOHC i-VTEC, uma bateria de iões de lítio e uma transmissão fixa inovadora via uma unidade de controlo de potência inteligente, que trabalham harmoniosamente em conjunto para proporcionar uma resposta suave e direta.

Para apresentar uma experiência de condução altamente recompensadora e eficiente, a configuração avançada e:HEV seleciona na perfeição entre três modos de condução permutáveis:

• EV Drive: a bateria de iões de lítio fornece energia diretamente para o motor de propulsão elétrica;

• Hybrid Drive: o motor fornece energia ao gerador elétrico, que por sua vez alimenta o motor de propulsão elétrica;

• Engine Drive: o motor a gasolina está conectado diretamente às rodas através de uma embraiagem automática e a força motriz é transmitida diretamente do motor para as rodas.

Na maioria das situações de condução em cidade, a eficiência ideal é alcançada através de transições perfeitas entre os modos de condução EV Drive e Hybrid Drive. Para conduzir a velocidades elevadas, utiliza-se o Engine Drive, complementado por um pico de potência do motor de propulsão elétrica para uma rápida aceleração. No modo de condução Hybrid Drive, o excesso de energia do motor a gasolina pode ser redirecionado para recarregar a bateria através do seu gerador.

Em vez de utilizar uma transmissão convencional, o Novo Honda Jazz está equipado com uma transmissão variável contínua controlada eletronicamente (eCVT) para criar uma conexão única entre os componentes móveis. O resultado é uma suave transição de binário com uma sensação linear durante a aceleração em todos os modos de condução.

A herança de competição da Honda remete para o ano de 1958, sendo que em 1965 a marca viu a sua primeira conquista na Fórmula 1. Ao longo da sua participação na Fórmula 1, a Honda conquistou um total de 74 grandes prémios e seis títulos de construtores. Esta participação no nível mais alto do automobilismo permitiu à Honda manter as suas capacidades de engenharia num nível elevado e a aplicação da sua experiência e conhecimento para a estrada.

ALL-NEW HONDA JAZZ INSPIRED BY FORMULA 1 HYBRID EXPERTISE

Artigo anterior

CUPRA lança uma iniciativa para incentivar o FC Barcelona em jogos à porta fechada

Artigo seguinte

Hyundai Kauai Hybrid DCT: Equilíbrio de energias!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.