NoticiasEnsaios

KIA E-NIRO TECH: Harmonia eléctrica em família!

O KIA Niro EV é provavelmente um dos elétricos mais inteligentes do mercado, principalmente para quem tem família e dá importância ao espaço a bordo, aliado à autonomia e capacidade de “levar tralha”. Capaz de proporcionar emoções fortes, o KIA Niro EV vai além do espaço e da autonomia, devido aos seus 204 cavalos de potência que são “vivinhos da silva”!

Depois de testarmos a versão Full-Hybrid e Plug-In Hybrid, faltava a versão elétrica, que pouco se distingue das restantes versões, não fossem os discretos badges “Electric”, jantes diferentes e grelha dianteira fechada e apontamentos azuis na grelha e nos pára-choques dianteiro e traseiro, que nos lembram que se trata da versão mais ecológica do Niro.

No exterior, a versão ensaiada TECH contava com jantes de 18 polegadas, ópticas e farolins LED, vidros traseiros escurecidos, chave mãos-livres, barras de tejadilho longitudinais, faróis de nevoeiro, entre outros.

Para aceder ao interior temos uma abertura de portas que satisfaz e um formato de carroçaria que deixa um espaço simpático de entrada, facilitando o acesso. Sentar pessoas de mais idade ou crianças numa cadeirinha nos lugares traseiros, torna-se mais simples.

Uma vez no interior, habitabilidade é a palavra de ordem, uma vez que circulamos com grande “à vontade” nos lugares dianteiros e traseiros. Na fila de assentos traseiros, as pessoas de maior estatura sentir-se-ão “em casa”, uma vez que não lhes faltará espaço para as pernas ou para a cabeça. Muitas vezes, o espaço no interior deve-se à falta de apoio para as pernas, ou seja, as marcas adquirem habitabilidade, por reduzirem o apoio dos assentos nas pernas, uma situação que não se verifica no KIA Niro, uma vez que apoio lateral dos assentos e o apoio para as pernas é satisfatório.

O espaço para os passageiros satisfaz e o espaço para guarda objectos também, uma vez que esta versão elétrica mantém as bolsas das portas e o guarda-luvas tímidos, mas possui um área central menos preenchida que nos oferece espaço para dar e vender, no que toca ao armazenamento de objectos. O apoio de braço central também tem espaço q.b A bagageira desta versão não sai sacrificada face à versão híbrida convencional, o que é mais um argumento a favor do KIA E-Niro como um automóvel para a família.

No interior o KIA E-Niro apresenta alguns argumentos menos “apelativos” que o seu irmão Hybrid, porque a versão testada pela CarZoom era uma versão matriculada em 2019 e provavelmente produzida no início do ano passado, por isso, “desactualizada”. Falamos do design do tablier e sistema de navegação e multimédia herdado das primeiras fases do modelo, ainda assim, brinda-nos com um painel de instrumentos totalmente digital, tablier emborrachado, portas dianteiras emborrachadas até ao nível da cintura, entre outros elementos que contribuem para o bem-estar no habitáculo.

A qualidade percebida está presente e “enche os olhos” com os pespontos azuis nos assentos e volante, molduras da climatização também em azul, assim como o preto piano, que oferece um aspecto mais cuidado e requintado.

A lista de equipamento desta versão TECH é recheada e esta é a única versão do KIA E-Niro comercializada actualmente. Contamos com ar-condicionado automático, carregamento de smartphone sem fios, volante e assentos aquecidos, travão elétrico de estacionamento com auto-hold, modos de condução, botão start da ignição, patilhas para regulação da travagem regenerativa, sensores de chuva e luminosidade, assento do condutor com regulação elétrica, câmara de ajuda ao estacionamento traseiro, soleiras das portas com inscrição do modelo, sistema de navegação e multimédia de 10.25 polegadas (versões com data de produção a partir de finais de 2019).

Apesar de não ser a versão mais recente do sistema de navegação e multimédia do KIA E-Niro, este mostra-se igualmente competente, embora com menor qualidade de imagem e em dimensões menos generosas, uma vez que não está presente no novo ecrã de 10,25 polegadas, capaz de fazer inveja à concorrência. A interface é praticamente a mesma, portanto, muito intuitiva! Mas o que seria de um automóvel elétrico, sem aplicações que ajudassem o seu condutor? O KIA E-Niro satisfaz também nesse campo, onde o sistema de navegação e multimédia nos oferece não só o fluxo de energia, mas também os tempos de carregamento em corrente alternada, tempos de carregamento em corrente contínua, histórico do consumo de energia, comparação com automóveis térmicos, planeamento de temperatura e carregamento, delimitação da autonomia no modo normal e modo eco, entre outras informações que podem fazer a diferença na gestão de energia de um automóvel elétrico.

O painel de instrumentos é totalmente digital e também ele está perfeitamente adaptado ao KIA E-Niro, apresentando dados de consumo de energia e viagem, mas também quantidade de regeneração, estilo de condução, fluxo de energia, entre outros.

No lugar do condutor, a posição de condução é semelhante à de um automóvel (não SUV), o volante e a coluna de direcção prometem agradar a Gregos e Troianos. A visibilidade está ao nível do segmento com um “pilar A” a ser prejudicado pelos elementos associados aos retrovisores. Já a visibilidade para a trás é prejudicada pela traseira alta e a abertura no pilar “C” não chega para tornar a visibilidade surpreendente.

Debaixo do capô está um motor elétrico com 204cv de potência e 395Nm de binário. Este motor recebe energia de uma bateria de iões de lítio com 64kWh, que por sua vez se recarrega com a travagem e a desaceleração e ligando à rede elétrica. A regulação da travagem regenerativa nas patilhas e a condução em prol da autonomia contribuíram para um consumo de energia de 13kWh no nosso ensaio com percursos mistos. A autonomia do KIA E-Niro é de 455km WLTP.

O carregador embutido do KIA E-Niro suporta carregamentos rápidos em corrente contínua até 100kWh (carregamento até 80% em 54 minutos). Em casa com uma Wallbox e instalação monossilábica, carregamos o KIA E-Niro a 7,2kWh (9h de carregamento). O carregamento em corrente trifásica está “limitado” aos 11kWh (carregamento em 5h50min), o que significa que um posto público de 22kWh só irá fornecer metade da potência ao KIA E-Niro.

Uma das componentes mais emocionais de um automóvel elétrico é a performance, nem o mais puro dos petrolhead o pode negar. O binário disponível instantaneamente, que se traduz em acelerações rápidas capazes de nos encostar ao assento, não deixam ninguém indiferente, claro que essas acelerações entusiasmantes são inimigas da autonomia, tal como acontece num automóvel térmico, quanto mais aceleramos, mais ele gasta.

O KIA E-Niro tem uma aceleração realmente estonteante que deixam alguns desportivos mal vistos, o melhor de tudo isto é que nem sequer precisamos de circular no modo Sport, uma vez que mesmo no modo Eco, basta carregarmos a fundo no pedal do acelerador para o KIA Niro se transformar numa Chita sob 4 rodas. A aceleração dos 0 aos 100km/h acontece em 7,8 segundos e a velocidade máxima é de 167km/h.

Os carros elétricos têm a vantagem das baterias estarem instaladas sob o piso, o que se traduz em maior tracção, uma vez que temos 457kg do peso da bateria (no caso do KIA E-Niro) a criarem peso contra o chão, fazendo com que este automóvel elétrico fique mais agarrado ao chão. Apesar de ser um automóvel seguro e de reacções privisiveis, há que ter cuidado com acelerações repentinas a curvar, uma vez que o binário pode facilmente “tirar-nos da trajectória”.

Os modos de condução alteram-se num botão da zona central, que nos obriga a desviar o olhar da estrada, estes modos alteram as respostas do acelerador e o tema do painel de instrumentos. Como os próprios nomes indicam, no modo Sport temos uma resposta de acelerador mais rápida, enquanto no modo normal não temos restrições ou aumentos de potência, o modo ECO vai limitar a performance da climatização e reduzir a resposta do acelerador. Há ainda um MODO ECO + que não nos permite ter a climatização ligada com ar-condicionado.

Na segurança, o KIA Niro obteve 4 estrelas nos testes Euro NCap na versão de entrada de gama e 5 estrelas na versão que alberga todos os sistemas de ajuda à condução disponíveis. Nas versões mais equipadas temos 91% na segurança dos adultos, 80% na segurança das crianças, 70% nas segurança dos peões e 81% nas ajudas à condução. Na versão ensaiada TECH tínhamos sistema de alerta de colisão frontal, sistema de assistência à travagem, sistema de ajuda na manutenção de faixa, monitorização da pressão dos pneus, cruise control adaptativo com função de paragem e arranque, assistente de Fila de Trânsito, alerta de ângulo morto, entre outros.

O KIA E-Niro está disponível na versão TECH desde 45.500,00€. Tem uma garantia de 7 anos ou 150.000km e benefícios fiscais para particulares e empresas. Os particulares beneficiam da isenção do ISV (já implementada na fatura do automóvel), não pagam imposto único de circulação e têm ainda benefícios associados ao estacionamento em várias cidades do país. As empresas podem deduzir o IVA na totalidade e estão isentos de tributação autónoma.

Fotos: João Santos

Artigo anterior

Hyundai Motor Group torna-se no Grupo Automóvel mais premiado no J.D. Power 2020

Artigo seguinte

Hyundai inicia produção do Novo i10 N-Line na Europa

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.