Artigos

Depois do EQC aguardam-se mais 9 automóveis eléctricos na gama Mercedes!

A Mercedes revelou ontem o SUV EQC totalmente eléctrico e parece que a marca alemã não se vai ficar por aqui, uma vez que pretende lançar mais 9 modelos totalmente eléctricos nos próximos 4 anos!

Já se sabia que a ambição da Mercedes é grande face aos automóveis eléctricos, mas agora também se sabe que vai sair um modelo compacto chamado EQA, um SUV compacto de EQB e um sedan de luxo de EQS, para além do SUV EQC apresentado ontem.

Na calha está também uma versão eléctrica da Mercedes Classe V, enquanto a Smart também vai acrescentar três modelos à linha EQ, com o Fortwo, Fortwo Cabriolet e Forfour. Com todos estes modelos já temos 8 automóveis eléctricos. O 9º Eléctrico da Daimler é um sedã baseado no EQA, mais focado no mercado Asiático e especificamente no mercado Chinês.

“Com o EQC – o primeiro SUV totalmente elétrico da Mercedes-Benz – estamos a “mudar o interruptor”. Os automóveis eléctricos são uma componente importante na mobilidade do futuro ”, disse Dieter Zetsche, CEO da Daimler no evento de revelação do EQC. “Estamos, portanto, a investir mais de 10 mil milhões de euros na expansão do nosso portfólio de modelos eléctricos e mais de mil milhões de euros em produção de baterias.”

A Mercedes vai produzir o novo EQC em Bremen e em Beijng, com o último focado no mercado Chinês. A marca também revelou que os futuros veículos eléctricos serão produzidos na fábrica de Sindelfingen. Modelos elétricos compactos serão produzidos em Rastatt e em Hambach. Mercedes também acrescentou que no futuro, todos os modelos de SUV EQ serão produzidos pela planta de Tuscaloosa. Já o EQA sedan será produzido na mesma fábrica do EQC destinado ao mercado Chinês.

Artigo anterior

Volvo volta a crescer em Agosto!

Artigo seguinte

Hyundai i30 e i30 SW recebem novos diesel e actualizações no design em 2019!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.