Noticias

As “meninas” dos showrooms podem desaparecer!

Tal como aconteceu no desporto motorizado, em que as “Grid Girls” deixaram de “alegrar” as grelhas da formula 1, também as meninas que acompanham as exposições dos automóveis estão a desaparecer.

Embora os modelos femininos tenham sido um “elemento” na exposição de automóveis, isso pode estar a acabar, uma vez que uma série de marcas estão a adoptar especialistas de produto em vez das senhoras e meninas atraentes. O salão automóvel de Genebra parece estar cada vez mais “despido” de meninas que representam as marcas e os automóveis, há quem diga que este ano o salão de Genebra tem ainda menos elementos do sexo feminino.

De acordo com informações prestadas à imprensa, a Toyota e a Nissan estão entre as empresas que não terão mulheres atraentes a representar os seus produtos. A porta-voz da Nissa, Sara Jenkins, explicou: ” Os tempos mudaram” e “Faz mais sentido utilizar especialistas em produto porque estamos a vender automóveis”.

A Fiat Chrysler Automobiles terá cancelado vários contratos com modelos, devido à preocupação de serem alvos de critica. A empresa ainda terá mulheres nas suas exposições, mas serão acompanhadas por homens.

O porta-voz do Grupo PSA, Pierre-Oliver Salmon, declarou: “Os visitantes do Salão do Automóvel de Genebra serão bem-vindos no showroom da PSA por equipas masculinas e femininas cuja missão será informá-los”. Ele acrescentou que a empresa não quer uma imagem degradante para ninguém “.

Um porta-voz do Salão do Automóvel de Genebra disse que os expositores são livres de apresentar os seus produtos e que as marcas é que escolhem como o pretendem fazer. Contudo, afirma que várias marcas estão a ser “sensíveis” para com o tema. Embora a tendência tenha começado em Hollywood, rapidamente chegou à industria automóvel, enquanto o vice-presidente executivo da Ford e o presidente, Raj Nair, foram forçados a sair devido a investigação interna sobre os comportamento inadequado.

A Ford recusou-se a revelar as circunstâncias que levaram à saída destes elementos, mas o presidente da Ford, Jim Hackett, disse que a empresa está “profundamente empenhada em oferecer uma cultura respeitosa, como tal esperam que os lideres sejam os primeiros a dar esse exemplo”.

Artigo anterior

Jeep leva Cherokee, Wrangler e Trackhawk a Genebra!

Artigo seguinte

Porsche elabora lista dos 5 automóveis mais leves!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.