Comunicados de ImprensaNoticias

Andar num automóvel do Museu do Caramulo? “O Museu na Rua” regressa a 23 de Outubro

Depois do sucesso da primeira edição em Maio deste ano, a iniciativa O Museu na Rua regressa a 23 de Outubro, conferindo ao público a rara oportunidade de ver, ouvir, cheirar e até passear no lugar de passageiro nas máquinas cheias de história que fazem parte do acervo do Museu do Caramulo, naquilo que será uma verdadeira viagem no tempo.

Entre os veículos já confirmados para rodar estão o Minerva 20HP “Torpedo” (1923), descoberto por João de Lacerda num sucateiro e restaurado totalmente nas oficinas do Museu do Caramulo, o Mercedes-Benz 770 Grosser (1938), o automóvel blindado utilizado por Salazar por ocasião da visita oficial do Generalíssimo Franco, o Alfa Romeo Giulietta Spider Veloce (1961), cuja versão conferiu um nível de refinamento e sofisticação até então nunca vistos no segmento dos pequenos desportivos, o Jaguar E-Type 4.2 OTS (1965), considerado um dos automóveis mais bonitos de sempre ou o Simca Rallye 2 (1973), um verdadeiro gladiador das corridas.

Andar num automóvel do Museu do Caramulo? "O Museu na Rua" regressa a 23 de Outubro 15

As duas rodas também irão marcar presença na iniciativa, entre os modelos que circularão nas imediações do museu destaque para a Honda NR750 (1992), modelo que pelas suas notáveis e raras especificações é hoje um objecto de culto muito raro, encontrando-se praticamente só em museus.

Para tirar partido desta experiência única e memorável, os visitantes necessitam apenas de adquirir um voucher, cujo valor simbólico reverte na totalidade para a manutenção e conservação da colecção do Museu do Caramulo.

Andar num automóvel do Museu do Caramulo? "O Museu na Rua" regressa a 23 de Outubro 16

Artigo anterior

Peugeot Sport celebra 40 anos de inovação e de sucesso

Artigo seguinte

Alfa Romeo Giulia e Stelvio GT Junior: a interpretação Italiana da alegria de viver

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.