EnsaiosNoticias

VOLVO XC40 T4 RECHARGE R-DESIGN: Ideal para cada ocasião!

A Volvo convidou-nos a ensaiar uma das suas últimas novidades, o Volvo XC40 T4 Recharge com 211cv de potência combinada! Este SUV fica bem em qualquer ocasião e esta motorização é polivalente para qualquer tipo de utilização, revelando grandes economias ao permitir a circulação 100% elétrica e consumos que não assustam quando circulamos com a bateria de tração descarregada. Esta polivalência e elegância alia-se, na unidade ensaiada, a um nível de equipamento R-Design que realça o carácter desportivo deste Volvo.

No exterior, este Volvo XC40 Recharge mantém-se fiel aos convencionais Volvo XC40, as diferenças resumem-se à porta de recarregamento implementada no guarda-lamas da frente do lado esquerdo, do badge “Recharge” na tampa da bagageira e também na inscrição “Recharge” presente nos pilares “C”. Já este nível de equipamento R-Design decora a grelha a preto brilhante, assim como os patins dianteiro e traseiro, que sobressaem das proteções plásticas generosas, que vincam o estilo “off-road”.

VOLVO XC40 T4 RECHARGE R-DESIGN: Ideal para cada ocasião! 22

Outros destaques no exterior da unidade ensaiada são as óticas e farolins LED de série, vidros traseiros escurecidos (400,00€), a pintura bi-tom, jantes de 19 polegadas envolvidas em pneus 235/50, tejadilho panorâmico (1415,00€), chave mãos-livres, entre outros.

Deixando de parte o exterior, é fácil perceber o Volvo XC40 como um verdadeiro premium devido a uma abertura e fecho de portas que produz um ruído que transpira robustez e qualidade de construção.

VOLVO XC40 T4 RECHARGE R-DESIGN: Ideal para cada ocasião! 23

A acessibilidade aos lugares dianteiros é exemplar. Não encontrámos dificuldades nas entradas e saídas dos lugares dianteiros, independentemente da estatura física. O design exterior não prejudica o acesso aos lugares traseiros, uma vez que a linha do tejadilho é praticamente direita. No entanto, o acesso aos lugares traseiros vê-se ligeiramente prejudicado pela abertura tímida das portas traseiras.

No interior, sentimo-nos confortáveis em todos os lugares, que oferecem espaço suficiente para pernas, ombros e cabeça, até para as pessoas com uma estatura mais elevada. O conforto é assegurado pelo bom apoio das pernas, apoios de cabeça ergonómicos e bons apoios laterais em todos os lugares, embora não seja representativo da marca neste nível de equipamento R-Design em que os bancos de tornam menos condescendentes. As crianças podem não gostar de circular nos lugares traseiros, não que sejam desconfortáveis, mas porque a linha de cintura elevada, que sobe até ao pilar “C” de forma acentuada na porta traseira, pode retirar a visibilidade para o exterior.

VOLVO XC40 T4 RECHARGE R-DESIGN: Ideal para cada ocasião! 24

Neste nível de equipamento R-Design a volvo brinda-nos com um interior preto em couro e alcantara, de onde sobressaem as aplicações metálicas contrastantes, os pespontos brancos e um requintado preto brilhante. A qualidade de construção e dos materiais é facilmente perceptível! Basta entrarmos a bordo para sentirmos o cheiro do couro, tocarmos nos puxadores para percebermos que o metal é mesmo metal e experimentarmos os comandos para percebermos que a construção é sólida ao mais ínfimo pormenor. O tablier é revestido a couro, assim como as portas, mas também as bolsas das portas são forradas, uma característica quase exclusiva dos premium. A velocidades mais elevadas o ruído do rolamento ou da deslocação do ar é quase Inexistente, devido a uma insonorização verdadeiramente exemplar.

Para além do espaço para as pessoas e da boa qualidade deste interior, o Volvo XC40 dispõe de muito espaço para armazenamento de objetos com espaços de arrumação generosos nas portas dianteiras e traseiras, túnel central, apoio de braço central, bolsas nos bancos dianteiros. A bagageira desta versão híbrida plug-in mentém-se nos 452 Litros.

VOLVO XC40 T4 RECHARGE R-DESIGN: Ideal para cada ocasião! 25

Equipamento não falta a este Volvo XC40 R-Desigm: ar-condicionado automático de dupla zona com saídas para os lugares traseiros, sensores de chuva e luminosidade, travão elétrico de estacionamento, auto-hold, 2 entradas USB, entrada Aux e entrada de 12 Volts, portão traseiro elétrico, encostos de cabeça anti-chicotada, painel de instrumentos digital, sistema de navegação e multimédia Volvo Sensus implementado num ecrã de 9 polegadas, iluminação ambiente, entre outros. A unidade ensaiada contava com o pack Power Seats que fornece o aquecimento dos bancos (947,00€), Park Assist que facilita o estacionamento (627,00€) e o Pack Versatility que proporciona funcionalidades inteligentes (68,00€). Na lista de opcionais tínhamos à nossa disposição o carregador sem-fios de smartphone (246,00€) e fecho de segurança elétrico das portas traseiras (98,00€).

O sistema de navegação e multimédia dos Volvo é intuitivo, tem uma excelente apresentação, é rápido e tem muitas funcionalidades. O Apple CarPlay e o Android Auto estão presentes, mas há outras aplicações como: TuneIn, Spotify, Wikipédia e gravador de áudio, por exemplo. É através deste sistema de navegação e multimédia que também controlamos a maioria das funcionalidades, o ar-condicionado e os 4 modos de condução, mas também os sistemas de segurança, as configurações de entrada e saída do veículo, painel de instrumentos e estado do automóvel. Relativamente ao sistema híbrido, este sistema apresenta o histórico de consumos de energia elétrica, informações que nos ajudam a adequar a condução.

VOLVO XC40 T4 RECHARGE R-DESIGN: Ideal para cada ocasião! 26

Nos dias que correm abundam alternativas no mercado com painéis de instrumentos digitais, alguns são “mais do mesmo”, outros acrescentam valor aos interiores e mesmo à condução, é o caso do painel de instrumentos de 12,3 polegadas do Volvo XC40. Tal como acontece no sistema de navegação e multimédia, este ecrã também prima pela boa imagem e pela apresentação clara das informações. O painel de instrumentos permite-nos adequar vários temas ao nosso gosto, mais desportivos ou mais consensuais e faculta informações de viagens, estado do veículo, multimédia, sistemas de segurança e ainda a navegação 3D.

No lugar do condutor encontramos uma visibilidade de referência para a dianteira e laterais com pilares A e B finos, embora o Pilar “C” seja largo, o que prejudica ligeiramente a visibilidade para a traseira. algo a que os SUV já nos habituaram, devido também a um óculo traseiro sempre mais reduzido. O volante tem uma pega ergonómica, os bancos são envolventes e os comandos estão todos acessíveis, estas características contribuem significativamente para a envolvência na condução.

VOLVO XC40 T4 RECHARGE R-DESIGN: Ideal para cada ocasião! 27

O que também podemos controlar são os modos de condução e o facto desta motorização ser híbrida plug-in permite-nos configurar ainda mais o comportamento do nosso Volvo XC40, mas também o comportamento do sistema híbrido. O botão “Drive Mode” permite-nos selecionar os modos de condução que intervém ao nível da direção, resposta do acelerador e caixa de velocidades, climatização, entre outros. Já no sistema de multimédia conseguimos personalizar o funcionamento do sistema híbrido: a função “Hold” serve para preservar o estado de carga da bateria durante a circulação, esta funcionalidade permitir-nos-á circular no modo totalmente elétrico nas cidades onde sejam implementadas restrições à circulação a automóveis térmicos, garante a nossa mobilidade futura em “cidades verdes”. O modo “Charge” vai não só salvaguardar a carga da bateria durante a circulação, como também vai utilizar o motor térmico para recarregar as bateria de tração, neste caso, conseguimos ganhar autonomia elétrica durante a condução com as travagens e desacelerações, mas também com o motor térmico a gerar energia para recarregar a bateria de tração. Neste modo, o consumo de combustível sobe de forma abrupta, pois o objetivo de um híbrido plug-in é ser recarregado na rede elétrica.

O comportamento do Volvo XC40 térmico é exemplar, a direção é comunicativa q.b, o chassi é equilibrado e a configuração das suspensões é condescendente, sem criar adornos e efeitos de “chicote” inesperados. O condutor sente que tem sempre controlo sobre o XC40 que tem um comportamento seguro, previsível e estável em qualquer situação. Se nas versões térmicas sentimos um grande controlo sobre o Volvo XC40, nesta versão híbrida plug-in a sensação de controlo e estabilidade é ainda maior, pois a bateria de tração e o sistema híbrido representam um aumento de peso na ordem dos 200kg.

VOLVO XC40 T4 RECHARGE R-DESIGN: Ideal para cada ocasião! 28

Debaixo do capô está uma motorização híbrida plug-in apelidada T4 que reúne um motor elétrico com 82cv e um motor térmico 1.5 Litros de 3 cilindros com 129cv. O binário deste “conjunto” é de 245 + 160 Nm. A energia do motor elétrico provém de um bateria de tração com 10,7kWh. Esta receita tem uma potência combinada de 211cv e 405Nm de binário, o que quer dizer que este SUV da Volvo, consegue ser tão ecológico como consegue ter um binário superior ao de um Porsche 718 2.0.

Quando a bateria está totalmente recarregada podemos ter o melhor dos dois mundos. É nesta altura que decidimos se optamos por uma condução calma e relaxante, zero emissões de CO2 e zero ruído ou se optamos por uma condução dinâmica, no modo Power que nos vai trazer um sorriso de orelha a orelha.

VOLVO XC40 T4 RECHARGE R-DESIGN: Ideal para cada ocasião! 29

O Volvo XC40 T4 Híbrido Plug-In proporciona uma autonomia 100% elétrica na ordem dos 50km, uma aceleração dos 0 aos 100km/h em 8,5 segundos e uma velocidade máxima limitada aos 180km/h em prol da segurança. Quando a bateria de tração está recarregada, conseguimos realizar as nossas deslocações quotidianas com um custo muito mais baixo quando decidimos circular no modo elétrico, recarregando o veículo sempre que é possível. No entanto, se nos distrairmos, esta motorização T4 Híbrida Plug-In consegue realizar consumos na ordem dos 7 litros a cada 100km com boa vontade, apesar da bateria estar descarregada.

Falando em recarregamento de baterias, o Volvo XC40 tem um carregador interno com uma capacidade para 3,7kW, o que significa que conseguimos recarregar a bateria dos 20% aos 80% em cerca de 3 horas numa tomada doméstica de 16A. Recarregar em casa com um cabo Modo 2 (Doméstico) e uma tomada de 16A ou recarregar num posto público de 22kW, resulta exatamente no mesmo tempo de recarregamento. É realmente pouco útil a instalação de uma Wallbox, mas a aquisição de um cabo Modo 3 (Mennekes) pode ser uma mais-valia para recarregar em qualquer lugar (postos públicos). O Volvo XC40 não permite recarregamentos rápidos, na realidade, poucos híbridos plug-in o permitem, pois têm a vantagem de não terem uma autonomia limitativa, para além disso, os recarregamentos em corrente encarecem significativamente a utilização dos veículos elétricos/eletrificados.

VOLVO XC40 T4 RECHARGE R-DESIGN: Ideal para cada ocasião! 30

A Volvo é uma marca pioneira em segurança, por isso, este Volvo XC40 dispõe de uma completa oferta de sistemas de ajuda à condução, citamos: manutenção na via, regulador de velocidade adaptativo, sistema Pilot Assist, travagem ativa de emergência, reconhecimento de sinais de trânsito, entre outros. Nos testes Euro NCAP o Volvo XC40 obteve uma classificação exemplar de 5 estrelas com 97% na proteção dos adultos, 87% na proteção das crianças, 71% na proteção dos peões e 76% nas ajudas à condução.

O Volvo XC40 T4 Híbrido Plug-In ensaiado está disponível por 55.210,00€. Para as empresas, como o valor sem IVA fica abaixo dos 50.000€, o Volvo XC40 ainda deduz o IVA a 100% e paga apenas 10% de tributação autónoma, para além da redução no ISV. Paga de IUC: 137,14€

Leia aqui o nosso ensaio ao Volvo XC40 T2!

Artigo anterior

DS Automobiles marca eletrica a partir de 2024

Artigo seguinte

Hyundai Motor Group revela a sua visão futura de uma sociedade a hidrogénio no Fórum Global ‘Hydrogen Wave’ em setembro

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.