Comunicados de ImprensaNoticias

Supercarros presentes no Caramulo até dia 20 de Outubro!

A exposição “Supercarros”, patente no Museu do Caramulo, dedicada às criações da “alta-costura” da indústria automóvel, e que já foi visitada por quase 20.000 pessoas, vai ser prolongada até 20 de Outubro. 

A ser preparada há mais de um ano, a exposição “Supercarros” conta com um verdadeiro alinhamento de luxo, começando por aquele que é considerado o primeiro supercarro do mundo, o Lamborghini P400 SV Miura, passando pelo icónico Ferrari F40 ou pelo Lamborghini Diablo SV. A marca das flechas de prata também se faz representar com dois modelos, o Mercedes-Benz SLR e o Mercedes-AMG GT R. A exposição conta ainda com Ford GT, modelo lançado para celebrar os 40 anos do mítico GT40, o McLaren 675 LT MSO, um dos mais exclusivos modelos da marca, o Lamborghini Aventador SV e o mais potente 911 produzido pela Porsche, o GT2 RS.

Uma das estrelas da exposição é aquele que a Ferrari apelida como o seu mais ambicioso projecto, o LaFerrari, um exclusivo e valioso modelo com 963 CV e uma velocidade máxima de 349 Km/h e do qual existe apenas um exemplar em solo português.

De acordo com a direcção do Museu do Caramulo “esta foi a exposição mais difícil que já montámos até hoje pela dificuldade em reunir um conjunto de automóveis tão raros e valiosos em todos os aspectos. São modelos muito exclusivos, que raramente aparecem, pelo que conseguir trazê-los todos até ao Caramulo, mesmo que por um curto período de tempo, foi um grande desafio.”

A exposição “Supercarros” estará patente no Museu do Caramulo até 20 de Outubro de 2019 e conta com o apoio da Câmara Municipal de Tondela, da Fidelidade, do Jornal dos Clássicos e do Banco BPI.

Artigo anterior

Chevrolet Corvette C8.R chega para "bater o pé" aos Europeus!

Artigo seguinte

Dinamarca quer fim dos veículos a combustão até 2030!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.