NoticiasComunicados de Imprensa

Projeto Todo-o-Terreno: uma cooperação entre a Mercedes-Benz e Virgil Abloh

A 8 de setembro, uma cooperação inédita entre a Mercedes-Benz e o diretor criativo e fundador da Off-White e ainda Virgil Abloh, diretor artístico da Louis Vuitton, foi revelada através de um exclusivo evento digital a nível mundial – o Projeto Todo-o-Terreno. Neste projeto dirigido por Gorden Wagener, diretor de design da Mercedes-Benz, e por Abloh, foi utilizado o Mercedes-Benz Classe G para explorar futuras formas de perceção de luxo. O resultado foi um distintivo design como nunca antes visto. Impelida em apoiar o mundo das artes num período crítico, uma réplica da peça de design será leiloada no âmbito da Sotheby’s Contemporary Curated, uma das séries mais respeitadas da leiloeira e cujas receitas a reverterem para uma instituição de caridade que apoia as comunidades criativas internacionais. A licitação terá início a 14 de setembro de 2020.

De um incrível 4×4 a um Landaulet, o Classe G já foi objeto de inúmeras criações, mas nunca como um modelo de competição – até agora. O processo de design foi inspirado pela experiência de Wagener e Abloh com os seus modelos Classe G de que são proprietários. Em conjunto, consideraram fazer com que as pessoas observem os designs da Mercedes-Benz com uma nova perspetiva, impulsionando ao mesmo tempo o luxo de uma estética refinada e impecável para algo cru, natural e no seu conjunto mais verdadeiro.

O exterior é mantido tão claro quanto possível, para salientar a icónica silhueta do Classe G, demonstrando o seu carácter monolítico. O design final põe a nu os seus métodos de construção e celebra as imperfeições do fabrico manual que o tornam único. A pintura foi parcialmente lixada à mão para criar uma sensação de simplicidade intemporal. As soldaduras são evidenciadas como decorações fundamentais de design, pois a perfeição ocupa um lugar de destaque. As luzes de mudança de direção, os espelhos exteriores e o para-choques foram todos removidos e a carroçaria do veículo foi alargada e rebaixada, para criar uma aparência mais desportiva. Esta inconfundível personalidade do Classe G permanece intacta, contudo, as maiores dimensões dos pneus e do pneu sobressalente exalam o inimitável carisma do modelo.

No interior desta peça de arte impera o minimalismo e a inspiração na competição automóvel é óbvia; evitando todos os clichés de um SUV. Todo o interior foi despido e a estrutura de segurança torna-se uma decoração central. O tablier foi removido e substituído por uma versão minimalista que evidencia um velocímetro analógico e um indicador do nível de combustível reminiscente de um veículo clássico. Estes elementos contrastam com o volante e os bancos, que se assemelham aos de um monolugar de Formula 1. As características de segurança e os elementos fundamentais de competição automóvel, como a estrutura de segurança ou os cintos de segurança de 5 pontos são destacados na cor azul bebé e tonalidades em vermelho claro. Estas cores fortes criam um novo tipo de grupo de cores e contrastam com o interior despido.

Através do Projeto Todo-o-Terreno, os mundos da moda, da arte e do setor automóvel são unidos por uma paixão comum: o excecional design de luxo que antecipa futuras ambições. Utilizando a mão-de-obra artesanal e as competências que são exclusivas da herança da Mercedes-Benz na qualidade de inventor do automóvel, a criação de Wagener e de Abloh incorpora a inata compreensão da Mercedes-Benz daquilo que é extraordinário, uma visão ousada do futuro do design de luxo e o poder de sonhar.

Artigo anterior

Lexus UX 300e chega às estradas Europeias com alma manifestamente Japonesa

Artigo seguinte

Prolama na Baja do Pinhal - Sertã

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.