NoticiasTestes

JEEP Cherokee Limited 2.2 AT9: Versátil, económico e aventureiro!

A CarZoom percorreu mais de 1000km ao volante do Jeep Cherokee, num ensaio que teve direito a percursos de auto-estrada e percursos exigentes na serra do Açor. O Jeep Cherokee mostrou ser um automóvel polivalente, económico, confortável e aventureiro.

O estilo exterior do Jeep Cherokee é premium e transmite robustez, sem se esquecer pormenores que fazem deste SUV um verdadeiro Jeep, um automóvel aventureiro e capaz de sair de estrada sem grandes preocupações, com o intuito de proporcionar boas experiências a condutores e famílias. A frente é esguia e redonda, o pára-choques dianteiro é saliente, as ópticas são finas e flanqueiam a grelha dianteira típica da Jeep enquanto o capô é longo e direito, a linha de cintura é subida e direita, enquanto as portas têm uma aparência robusta vincada pelas linhas laterais, que assumem a continuidade do recorte das ilhargas e guarda-lamas mais salientes e musculados. A traseira alta e saliente alberga um óculo traseiro amplo com farolins transparentes e rasgados que conta com um assinatura luminosa própria. O estilo aventureiro é acentuado pelas protecções generosas plásticas e metálicas da carroçaria.

No equipamento exterior temos ópticas Full-LED, faróis de nevoeiro, vidros traseiros escurecidos, antena shark, protecções plásticas da carroçaria, farolins LED, chave mãos-livres, portão traseiro automático, jantes de 18 polegadas, entre outros.

Entrando no Jeep Cherokee temos uma qualidade de materiais e montagem dignos de registo. Há materiais emborrachados em todo o tablier, nos apoios de braço e forras das portas, assim como um volante com uma boa pega em couro e um punho da caixa de velocidades também em couro. O design interior é para a CarZoom a maior lacuna do Jeep Cherokee que mantém o estilo mais conservador e ligeiramente “antiquado”, os toques de requinte estão no pesponto do tablier e nas aplicações a imitar alumínio nos puxadores das portas e volante. A Jeep não podia deixar passar a referência ao Jeep Willys que encontramos desenhado no pára-brisas do Jeep Cherokee. Os assentos em couro são ergonómicos e proporcionam muito conforto.

A acessibilidade aos lugares dianteiros e traseiros é boa, onde também é possível viajar à vontade e com conforto independentemente da altura. O espaço de arrumação é também uma mais valia, uma vez que contamos com arrumação debaixo do apoio de braço na dianteira, um porta-luvas com espaço q.b e ainda um pequeno compartimento no tablier por cima da consola central que serve para guardar alguns objectos. A bagageira tem 467 Litros.

A lista de equipamento é mais extensa que a lista de opcionais, uma vez que esta versão “base” Limited tem tudo o que um automóvel deste segmento deve ter, não o tornando demasiado “despido” como acontece em algumas versões de entrada de gama de outras marcas premium, cujos extras e opcionais encarecem de forma “pouco amigável” o valor desses automóveis. Temos por isso ar-condicionado automático de dupla-zona, assentos aquecidos, assento do condutor e passageiro com regulação eléctrica, botão start da ignição, entradas USB e Aux, volante multi-funções, controlo por voz, patilhas da caixa de velocidades no volante, sistema de som premium Beats, câmara de ajuda ao estacionamento traseiro, sistema de auxilio ao estacionamento dianteiro e traseiro, iluminação ambiente, sensores de chuva e luminosidade, travão de parque eléctrico, sistema de navegação e multimédia UConnect em ecrã de 8,4 polegadas e painel de instrumentos com computador de bordo num ecrã de 7 polegadas.

No que toca ao sistema de navegação e multimédia, este tem boa imagem, é completo, acessível e funcional. O sistema UConnect funciona de forma rápida e intuitiva, oferecendo uma navegação eficiente com trânsito em tempo real, multimédia, telefone e aplicações que podem ser descarregadas na loja online da Jeep como uma aplicação que mede aceleração dos 0 aos 100km/h e indica a curva de potência, ou ainda aplicações relacionadas com a inclinação do Jeep Cherokee em todo-o-terreno ou aplicações relacionadas com a economia de combustível. É também através do UConnect que conseguimos regular a climatização ou o aquecimento dos assentos dianteiros. Este sistema está preparado para Andoid Auto e Apple CarPlay.

O computador de bordo do Jeep Cherokee é completo e para além de fornecer as informações de consumo e viagens, apresenta informação dos mesmos através de gráficos que nos podem ajudar a poupar combustível. A estes dados juntamos os dados da navegação, multimédia ou ainda do estado do veículo, como a temperatura da transmissão, água ou óleo. Temos ainda a monitorização da pressão dos pneus e um gráfico com a ajuda ao estacionamento, entre outros.

As viagens no Jeep Cherokee são agradáveis, não só por haver espaço e equipamento no interior, como também por os assentos serem ergonómicos e oferecerem apoio para as pernas e apoio lombar em todos os lugares. No caso da versão ensaiada, esta tinha um tejadilho panorâmico de dimensões generosas desde o fim do pára-brisas quase ao início do óculo traseiro.

No lugar do condutor a posição de condução é agradável, assim como a pega do volante e os comandos que são facilmente acessíveis ao condutor. O único “reparo” da CarZoom são as patilhas da caixa de velocidades que têm o “defeito” de serem pouco mais largas que um dedo… Estando embutidas na parte de trás do volante, logo acima dos botões de troca de música ou do volume do rádio, tornando-se comum querer trocar de caixa e em vez disso aumentar o volume da música, para quem está habituado a patilhas mais longas.

O comportamento do Jeep Cherokee é bom, apesar das suspensões condescendentes que oferecem conforto, o Jeep Cherokee tem um comportamento previsível. A carroçaria não adorna em excesso e apesar de ser um automóvel pesado, as transferências de massas são bem filtradas pelo chassi competente. A caixa automática de 9 velocidades é rápida e suave q.b, assim como também é relativamente obediente no modo sequencial. O facto de ter suspensões condescendentes faz com que este SUV americano consiga prestações agradáveis em percursos mais acidentados, nos quais mantém o conforto e a aderência, locais esses onde alguns modelos do segmento “arrumariam as botas”.

O motor 2.2 Litros Turbodiesel tem 4 cilindros, 195cv de potência às 3500rpm e 450Nm de binário às 2500rpm, que são enviados para as rodas dianteiras através de caixa automática de 9 velocidades. Este motor oferece andamentos vivos ao Jeep Cherokee que não se nega a subidas com pouca aderência, nem a ultrapassagens quando é necessário. No que toca a prestações temos uma aceleração dos 0 aos 100km/h em 9,1 segundos e uma velocidade máxima de 205km/h.

No que toca aos consumos ficámos surpreendidos por termos conseguido uma média melhor do que aquela que foi divulgada pela marca. A Jeep anuncia no site um consumo misto WLTP de 7,3 Litros e nós conseguimos uma média de 7,1 Litros de consumo urbano e 6,4 Litros de consumo misto, ao longo dos mais de 1000km de ensaio.

Na segurança, o Jeep Cherokee apresenta uma série de equipamentos como retrovisor interior com escurecimento automático, encostos de cabeça activos, luzes de máximos automáticas, aviso de ângulo morto, alerta de transposição involuntária de faixa com correcção de volante, travagem activa de emergência, entre outros. Nos testes Euro NCAP o Jeep Cherokee conseguiu em 2013 as 5 estrelas com 92% na protecção dos adultos, 79% na protecção das crianças, 67% na protecção dos peões e 74% nas ajudas à condução.

O Jeep Cherokee está disponível a partir dos 65.372,00€ na versão Limited. A versão ensaiada Limited com pintura metalizada, pack Luxury, tejadilho panorâmico, protecção da bagageira em borracha e soleiras das portas “Cherokee” fica em 68.940,00€. Paga de IUC: 258,58€.
Infelizmente não nos foi possivel fotografar o ensaio ao Jeep Cherokee. Pedimos desculpas a todos os nossos leitores pelo sucedido!

Artigo anterior

Ferrari F8 Tributo chega com video na estrada e na pista!

Artigo seguinte

Entrevista Ana Matos: Uma piloto em pistas de terra e alcatrão!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.