ArtigosEnsaios

Jeep Cherokee 2.0 Multijet 140cv: Maus caminhos em classe executiva!

O Jeep Cherokee defende um legado, um legado de jipes dignos desse nome e de um conforto exemplar. O Jeep Cherokee honra os seus ante-passados com um conceito ligeiramente diferente, deixou de ser um puro todo-o-terreno para passar a ser um automóvel com um conforto e robustez verdadeiramente exemplar.

O SUV americano tem um design diferente, algo fora do comum, mas que transpira a robustez e as linhas típicas da Jeep. A grelha tradicional da marca está sempre presente, assim como a linha de cintura elevada e os pormenores requintados como a moldura dos vidros cromada ou as jantes polidas de 17 polegadas, o capô é algo longo e a traseira é curta e subida.

Ainda no exterior contamos com luzes LED na dianteira e traseira, barras de tejadilho prateadas, protecções em toda a carroçaria, uma altura ao solo generosa, faróis de nevoeiro, antena shark, um difusor prateado com uma saída escape e um spoiler traseiro discreto.

No interior a Jeep garantiu uma qualidade de materais e de construção robusta, uns assentos que parece poltronas, espaço e equipamento para dar e vender. Na bagageira contamos com 591 Litros de capacidade que se podem estender aos 1267 Litros através do rebatimento dos assentos traseiros. O acesso aos lugares dianteiros e traseiros é fácil, principalmente no lugar do condutor, quando o assento recua e volta à posição para facilitar a entrada e a saída. Os espaços para arrumação no interior também não faltam, tanto nos lugares dianteiros como nos lugares traseiros e a bagageira tem ainda mais alguns espaços para pequenos objectos.

O interior é recheado de pormenores, para além da boa qualidade, encontramos várias “histórias” ao longo do interior, como pequenos desenhos do Jeep Willys ou a data de fundação da marca americana “Since 1941”.

O equipamento de série é mais do que muito, até porque só há uma versão chamada Limited que traz “tudo” de série, à excepção do tejadilho panorâmico que tem o valor de 1100€. Na compra do Jeep Cherokee podemos contar sempre com o máximo de equipamento, ou seja, estofos em couro, retrovisores com recolha eléctrica, ar-condicionado automático de dupla zona com saídas para os lugares traseiros, assentos eléctricos com regulação lombar para o condutor e passageiro, painel de instrumentos TFT de 7 polegadas, sistema de navegação e multimédia em ecrã de 8,4 polegadas, travão de estacionamento eléctrico, sistema de som premium, iluminação ambiente, assentos aquecidos e ventilados, retrovisor interior com escurecimento automático, portão traseiro automático, ajuda ao estacionamento na dianteira, câmara de marcha-atrás, botão de ignição, entre outros.

O sistema de navegação e multimédia “domina” a consola central, tem boa imagem, é de fácil utilização e tem aplicações e funções para dar e vender. Temos controlo por voz, Android Auto e Apple CarPlay. O painel de instrumentos é completissimo, conta com um computador de bordo com excelente imagem e todas as informações necessárias e mais algumas, relacionadas com o estado do automóvel, pressão dos pneus, configurações, entre outros.

O conforto a bordo é realmente uma mais valia, os assentos são ergonómicos, assim como a maneta da caixa de velocidades e o volante. Apesar de alguns meios imprensa assumirem uma fraca insonorização, podemos dizer que a mesma se encontra ao nível de um SUV alemão ou sueco. Os ruídos do exterior pouco se ouvem ao volante do Jeep Cherokee, mesmo nas estradas mais acidentadas. O ruído do motor, não tendo uma filtragem de excelência, é filtrado q.b. A qualidade dos materais e construção, como já dissemos, é exemplar!

A posição de condução é alta e confortável, os comandos encontram-se todos “à mão”. A tarefa de conduzir o Jeep Cherokee é agradável, mas apenas para quem não gosta de grandes “correrias”, o comportamento do SUV americano é de excelência no que toca ao conforto, com suspensões e assentos bastante condescendentes. Quando chega a altura de imprimir um ritmo mais “despachado” percebemos que o Jeep Cherokee não é o automóvel ideal. A direcção é algo pesada, assim como a sensação do pedal do travão, para nós, é apenas uma questão de habito.

O motor 2.0 Multijet tem 140cv e 350Nm de binário, está associado a uma boa caixa manual de 6 velocidades, com relações relativamente curtas, esta caixa envia a potência para as rodas dianteiras. Este motor não nos deixa descontentes, principalmente no que toca aos consumos de combustivel, que andaram abaixo dos 7 Litros a cada 100km. Na altura de andar mais depressa, percebemos novamente que não se trata de um automóvel de corridas e que por isso demora mais algum tempo a atingir o que é pretendido, não podemos esquecer que o Jeep Cherokee pesa mais de 1800kg.

No que toca à performance conseguimos uma aceleração dos 0 aos 100km/h em 10,9 segundos e uma velocidade máxima de 187km/h.

Como seria de esperar da Jeep, o Cheroke tem um comportamento em fora de estrada digno de registo, para o que seria expectável de um automóvel de tracção apenas na dianteira. Os ângulos de saída e de ataque são bons.

A segurança está garantida ao volante do Jeep Cherokee que conta com aviso de transposição involuntária de faixa com vibração de volante, sistema de monitorização da pressão dos pneus, ajuda ao arranque em subida, sensores de chuva e luminosidade e ainda alerta de colisão frontal, detecção de veículos em aproximação traseira, cruise-control adaptativo, máximos automáticos, luz de travagem adaptativa, entre outros. O Jeep Cherokee foi avaliado em 2013 pela EuroNCap logo na saída desta geração, que teve as 5 estrelas no teste de colisão, com 92% na protecção dos adultos, 79% na protecção das crianças, 67% na protecção dos peões e 74% nas ajudas à condução.

O Jeep Cherokee está disponivel a partir dos 54.200,00€, a versão ensaiada custa 56.250,00€. Paga de IUC:255,71€ e tem garantia de 2 anos sem limite de quilómetros.

Fotos: José da Palma

Artigo anterior

KIA Picanto X-Line 1.0 T-GDI: Aventura Urbana!

Artigo seguinte

Volvo não terá nova gama de motores a gasolina!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *