Noticias

Ford Ranger Raptor vai partir “cascalho” e corações!

A Ford Ranger Raptor já está disponível em Portugal, um país “à beira-mar plantado” que nunca teve no mercado uma pick-up inspirada nas BAJAS americanas.

Esta não é mais uma pick-up comum e podemos dizer que o aspecto mais desportivo que encontramos no exterior, traduz com exactidão o que podemos encontrar ao volante da Ford Ranger Raptor. A Ford não alterou apenas a altura ao solo e o aspecto, mas criou um automóvel com o intuito de passar por cima de qualquer pedra ou buraco “a fundo”.

A estrutura em escada é reforçada com aços mais leves e com maior resistência, enquanto a suspensão recebe novos braços oscilantes em feitos de alumínio, novos topos de amortecedor, novos amortecedores dianteiros e amortecedores traseiros especificos do modelo que passa a prescindir as molas em lâmina, adoptando uma traseira mais eficiente e capaz de oferecer maior performance.

A Ford Ranger Raptor está mais larga em 150 mm face à Ford Ranger normal e ganha uma 51mm de altura proporcionados pelos amortecedores Fox Racing de longo curso. A Raptor com destino ao mercado Europeu tem distância ao solo de 283 mm.

Debaixo do capô está um motor 2.0 Litros diesel de 4 cilindros bi-turbo, com 210cv de potência e 500Nm de binário, uma potência que é enviada para as rodas através de uma caixa automática de 10 velocidades. A aceleração dos 0 aos 100km/h ocorre em 10,7 segundos, antes de chegar aos 170km/h de velocidade máxima.

Os comentários da imprensa internacional revelam “entusiasmo e surpresa” de quem pouco ou nada está habituado a receber este tipo de automóveis. A CarZoom já está a aguardar o ensaio a este modelo que está à venda em Portugal a partir dos 54.287,72€. Mais informações aqui!

Artigo anterior

Tesla Model B será uma Pick-up?

Artigo seguinte

Alfa Romeo Tonale terá a sua própria "identidade" na versão de produção!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.