Artigos

A KIA Proceed já chegou a Portugal!

Hoje foi a apresentação Nacional da tão aguardada KIA Proceed, um automóvel que pretende elevar a fasquia do segmento “C” adoptando uma linha shooting brake, mais premium, mas que conserva os “factores base” da KIA uma garantia de 7 anos, muito equipamento e fiabilidade. Este modelo estará à venda a partir deste fim-de-semana e tem preços que começam nos 25.090,00€ e pode ser visto no fim-de-semana de portas abertas na rede Kia em Portugal, nos próximos dias 26 e 27 de Janeiro.

O design da KIA Proceed traduz todo o conceito que é pretendido neste tipo de automóveis. Queremos um automóvel de segmento “C” com um aspecto desportivo, mas também precisamos de espaço. Deixando de lado o ar mais “conservador” das carrinhas de segmento “C” aparece a KIA Proceed que é à mesma uma carrinha, mas conta com um design irreverente e desportivo, que jamais nos fará pensar que estamos ao volante de um automóvel aborrecido.

A KIA Proceed conta com uma frente semelhante à do KIA Ceed convencional, mas temos uma altura ao solo reduzida, um maior comprimento e maior distância entre eixos. As janelas laterais são mais pequenas devido ao formato do tejadilho que “desce até à traseira” num estilo coupé. Ainda nas laterais temos uma linha de cintura mais “subida” e curvilinea e saias mais “vistosas” que oferecem um aspecto mais desportivo e radical à KIA Proceed. É na traseira que está a grande alteração onde encontramos uma tampa da bagageira bastante curva, um óculo traseiro inclinadissimo e um spoiler traseiro, um difusor e duas saídas de escape dignas de um verdadeiro desportivo. A grande novidade são também os farolins traseiros mais finos que se unem através de uma linha LED que atravessa toda a tampa da bagageira.

No interior preservamos o design da restante gama KIA Ceed onde encontramos ergonomia, boa qualidade de montagem, envolvência e design, mas também um conjunto de alterações que pretendem oferecer um ambiente mais desportivo ao habitáculo da KIA Proceed. O forro do tejadilho é preto, temos soleiras metálicas e um volante em “D” que está equipado com patilhas em metal no caso das versões de caixa automática.

No ProCeed GT temos novos bancos desportivos da Kia, com apoios laterais e de pernas mais salientes e mais amplos que no KIA Ceed GT original. Estes assentos recebem estofos em pele e camurça pretos e pesponto vermelho, onde não podia faltar o logótipo GT. Nas versões GT Line, os bancos dianteiros usufruem também apoios mais slientes do que os do KIA Ceed na versão convencional de 5 portas.

No que toca ao espaço interior, este mantém-se bem posicionado relativamente ao segmento e ganhamos uma bagageira com 594 Litros e melhor plano de carga devido à reduzida altura ao solo face às versões convencionais. A bagageira fica plana com os assentos rebatidos.

No campo da tecnologia a bordo temos um sistema de navegação e multimédia da KIA com oferta de serviços conectados durante um período de tempo generoso. Este sistema aparece num ecrã táctil de 8 polegadas, tem navegação TomTom e está preparado para Andoid Auto e Apple CarPlay. Como opção temos o sistema de som JBL com função de processamento de som Clari-Fi, chave mãos-livres e luzes automáticas. No automóveis equipados com caixa automática de 7 velocidades surgem os modos de condução Normal e Desportivo que alteram a direcção ficando mais “pesada” ou mais “leve” e também a resposta do acelerador que pode tornar-se mais lenta ou mais imediata.

No que toca à dinâmica basta dizer que a KIA Proceed foi desenvolvida sob a alçada do conhecido Albert Biermann, o que quer dizer que temos um eixo traseiro independente pouco comum no segmento e um aumento na rigidez da suspensão face às versões normais de 5 portas berlina e carrinha. Esta versão Proceed tem afinações especificas de amortecedores, molas, barras estabilizadoras e direcção, o que significa que os engenheiros da Kia concentraram-se em melhorar a agilidade e a eficácia da suspensão, sem sacrificarem o andamento relativamente descontraído que os proprietários esperariam da carroçaria “shooting brake”. As molas traseiras apresentam uma rigidez 22% superior e a barra estabilizadora viu também a sua rigidez ser aumentada em cerca de 3%. Para reforçar o aumento da tracção e a capacidade de resposta da direcção, houve um acréscimo na rigidez das molas de suspensão dianteiras e traseiras na ordem dos 13% e dos 44%, respectivamente. As barras estabilizadoras apresentam mais 6% de rigidez, aumentando a transferência de carga lateral para os pneus traseiros. A direcção também não escapou a alterações que asseguram uma rápida relação de desmultiplicação de 12.7:1 e apenas 2,44 voltas de extremo a extremo. A “Cereja no topo do bolo” são os pneus Michelin Pilot Sport 4 que equipam a versão mais espigada “GT”.

No campo da electrónica também ocorreram alterações que deverão assegurar melhorias “visíveis” no campo da condução e comportamento da KIA Proceed. O Controlo Eletrónico da Estabilidade (ESC) e a Gestão da Estabilidade do Veículo (VSM) da Kia, são disponibilizados de série e permitem a Vetorização do Binário por Travagem, uma função eletrónica de apoio ao condutor que trava as rodas interiores nas curvas de forma inteligente, para diminuir a sub-viragem.

No que toca a motorizações encontramos debaixo do capô da KIA Proceed 3 opções de motores a gasolina e um motor a diesel. Começamos pela entrada de gama a gasolina com o motor 1.0 T-GDi, que debita 120 cv de potência e 172 Nm de binário, que se traduzem numa aceleração dos 0 aos 100km/h em 11,3 segundos. As emissões de CO2 pelos testes WLTP rondam as 122g/km. O motor a gasolina “intermédio” é o 1.4 T-GDI que tem 140cv de potência e 242Nm de binário entre as 1500rpm e as 3000rpm, com esta receita a KIA Proceed precisa apenas de 9,1 segundos para ultrapassar a barreira dos 100km/h. Esta motorização está disponivel com a caixa automática DCT de dupla embraiagem com 7 velocidades que aumenta o tempo de aceleração dos 0 aos 100km/h em 0,3 segundos. Nesta motorização as emissões de CO2 variam entre as 125g/km e as 130g/km.

Disponível apenas nas versões “GT” está a motorização a gasolina mais espigada 1.6 T-GDI que produz 204cv de potência e 265Nm de binário. Este motor está disponivel com caixa manual de 6 velocidades ou aparece pela primeira vez com a caixa automática de dupla embraiagem DCT de 7 velocidades com patilhas no volante. Com esta receita e caixa manual o KIA Proceed GT acelera dos 0 aos 100km/h em apenas 7,6 segundos antes de atingir a velocidade máxima de 230km/h. Com a caixa automática de 7 velocidades a aceleração dos 0 aos 100km/h cumpre-se em menos 0,1 segundos, mas a velocidade máxima fica-se pelos 225km/h. As emissões de CO2 variam entre as 142g/km e as 155g/km. Este motor conta com filtro de partículas de gasolina.

O motor a diesel continua a ser uma opção e chega com 1.6 Litros, 136cv de potência e 280Nm de binário, também disponivel com caixa manual ou automática de 7 velocidades. A aceleração dos 0 aos 100 km/h é cumprida em 10,4 segundos. Com a opcional caixa automática de 7 velocidades, o 1.6 Smartstream do ProCeed apresenta um binário de 320Nm, que lhe permite acelerar dos 0 aos 100 km/h em 10,1 segundos. As emissões de CO2 estão entre as 104 e as 109g/km. Este motor “Smartstream” recorre à tecnologia de controlo ativo das emissões (Redução Catalítica Seletiva) (SCR) que prevê uma diminuição das emissões de gases poluentes.

No campo da segurança temos: luzes de máximos automáticas, aviso de fadiga do condutor, aviso de transposição involuntária de faixa com correcção de volante e assistência à previsão de colisões frontais. A Assistência de Fila de Trânsito surge como uma tecnologia de condução autónoma de nível 2 e está também disponivel na KIA Proceed deteta os veículos que circulam mais à frente no tráfego e identifica as marcações das faixas de rodagem, mantendo o ProCeed na sua faixa quando circula em autoestrada. Este sistema controla a aceleração, a travagem e a direcção, mantendo uma distância segura em relação ao veículo que segue mais à frente e funciona entre os 0 e os 180km/h.

A estes sistemas podemos ainda adicionar: Cruise Control Inteligente com Stop & Go, o Aviso de Colisão a Partir do Ângulo Morto, o Alerta de Perigo de Colisão à Retaguarda, o Sistema Inteligente de Auxílio ao Estacionamento e a função de reconhecimento de peões para o sistema de Assistência à Prevenção de Colisões Frontais.

No que toca a preços a KIA Proceed 1.0 T-GDI na versão GT Line está disponivel a partir dos 30.890,96€, com o motor 1.4 T-GDI está disponivel por 32.890,96€ e a KIA Proceed GT 1.6 T-GDI por 38.090,96€. Preços sem campanha com legalização e transporte, para as versões base de cada versão a gasolina com caixa manual. Se acham que é muito, não desanimem, pois a campanha de lançamento prevê a KIA Proceed 1.0 T-GDI POR 25.090,00€, a 1.4 T-GDI por 27.090,00€, a versão GT 1.6 T-GDI por 32.290,00€ e a versão diesel por 29.840,00€.

Artigo anterior

Nova Gama Tipo marca o início de 2019 para a Fiat!

Artigo seguinte

Volkswagen considera 9.000€ de incentivo a trocas de automóvel na Alemanha!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.