EnsaiosNoticias

Volvo XC90 T8 Plug-Hybrid Inscription: Ecologia de Luxo!

Estivemos ao volante do Volvo XC90 T8 Plug-in Hybrid, um automóvel que nos diz que a Volvo empenhou tudo aquilo que tem de bom na concepção deste modelo. Temos um automóvel realmente imponente, luxuoso, recheado de qualidade e com uma tecnologia hibrida plug-in realmente surpreendente. Este, caros leitores, é o topo de gama da marca sueca, como tal, podem esperar um ensaio “sem dissabores”.

Olhamos para o Volvo XC90 e ficamos automaticamente convencidos com o seu design moderno, luxuoso e imponente, sendo fácil dar nas vistas ou ser o centro das atenções. Temos um capô longo, uma carroçaria alta com uma linha de cintura elevada, um estilo musculado e robusto e acrescentamos as jantes de grandes dimensões, conjugações de alumínio escovado e cromados e ainda duas saídas de escape. É fácil quando se imprime um ritmo mais acelerado, virar algumas cabeças, que rapidamente ficam esclarecidas quando vêem o “badge” “T8” na tampa da bagageira!

Ainda no exterior temos ópticas full-LED com o design de martelo já conhecido da Volvo, temos farolins em LED, barras de tejadilho em alumínio, vidros traseiros escurecidos, barras laterais com a descrição da versão “inscription”, grelha contrastante, jantes de 20 polegadas envolvidas em pneus 275/45R20, protecções da carroçaria, antena shark e ainda chave inteligente mãos-livres.

No interior, contamos com tudo aquilo que a Volvo tem de melhor. Excelente qualidade de construção e diversidade de materais: madeira, alumínio, plástico de boa qualidade, couro e materais emborrachados. Temos muito espaço nos lugares dianteiros e traseiros e na bagageira temos 347 Litros de capacidade, sendo que as versões normais tem cerca de 451 Litros de capacidade, esta versão é claramente prejudicada neste campo, devido ao sistema híbrido. Ainda assim, com o rebatimento dos assentos traseiros conseguimos 998 Litros de capacidade.

No interior do Volvo XC90 é fácil ficarmos agradados com todos os materais, tanto acima da cintura, como abaixo, onde até as zonas de arrumação das portas são emborrachadas e revestidas. Temos pormenores bastante cuidados, como a abertura do guarda-luvas através de um botão que faz com que este abra de forma suave, temos as palas do sol que não batem contra o tejadilho causando ruido, o fecho cuidado dos vidros sem ruídos quando estes entram nas calhas, este tipo de pormenores faz com que tenhamos a certeza que estamos ao volante de um automóvel realmente luxuoso e bem construído.

Os assentos são de couro de boa qualidade, fazem questão de exibir a bandeira sueca e de nos segurar com todo o conforto e apoio. O volante é ergonómico, no lugar de uma maneta da caixa de velocidades temos um Cristal da Orefors Sweden, um botão rotativo para os modos de condução e até a chave tem como revestimento o material utilizado nos assentos, exactamente com a mesma cor. O pesponto encontra-se nos assentos, consola central e tablier que é também revestido a couro.

No equipamento interior temos: ar-condicionado de 4 zonas (opcional), com um Ecrã táctil para os lugares traseiros que permite regular a temperatura para cada um dos ocupantes (opcional), temos assentos aquecidos ou refrigerados na dianteira com memória e várias regulações de posições e regulação lombar, um tejadilho panorâmico de dimensões generosas (opcional), espelho retrovisor interior com escurecimento automático, sistema de navegação e multimédia Sensus em ecrã de 9 polegadas, painel de instrumentos digital em ecrã de dimensões também generosas, Head-up display, sistema de som premium by Bowers & Wilkins (opcional), sistema de ajuda ao estacionamento com câmara 360º, portão traseiro automático, sistema Volvo On Call, modos de condução, entre outros.

O sistema de navegação e multimédia Volvo Sensus é dos sistemas mais completos na industria automóvel, oferece-nos várias aplicações como Spotify, meteorologia, Tunein, Wikipédia, gravador de áudio, está preparado para Android Auto e Apple CarPlay e ainda temos navegação 3D e várias configurações como luz ambiente no interior, regulações do sistema de som da Bowers & Wilkins que nos permite simular a sala de concertos de Gotemburgo, temos leitura de mensagens, centros de download, podemos verificar o estado do automóvel e ainda conseguimos ver o nosso desempenho na condução ecológica. Este sistema de navegação e multimédia é intuitivo e tem uma qualidade de imagem digna de registo.

Ao completo sistema de navegação e multimédia juntamos o sistema Volvo On Call, que nos permite através do smartphone ter a localização exacta do nosso Volvo XC90, conseguimos trancar e destrancar portas, regular a temperatura do A/C à distância, alterar o destino da navegação e ainda colocar o automóvel a trabalhar, à distância de um clique no smartphone. A Volvo apresentou recentemente uma aplicação chamada Volvo Car Key que nos permite deixar as chaves do automóvel em casa e abri-lo apenas com o nosso smartphone, dando permissão a outras pessoas para abrirem o automóvel se necessário. Familiares, amigos, ou mesmo empresas de renting podem sempre definir uma data de permissão de utilização do automóvel a um determinado utilizador.

Também o painel de instrumentos é de uma agradabilidade e complexidade dignas de registo. Temos um cockpit virtual onde conseguimos ter sempre a navegação 3D para não desviar o olhar da estrada, temos informações da multimédia, do veiculo e do sistema híbrido, um tema que nos permite melhorar o aproveitamento de energia, temos alertas dos sistemas de segurança, alertas de avarias no veiculo, dados de consumos e viagem, entre outros.

Conduzir o Volvo XC90 é sempre uma agradável tarefa, não só por todo o conforto e tecnologia a bordo, como também por ser um automóvel extremamente versátil. O Volvo XC90 é o automóvel que se adequa a todas as situações e raramente nos deixa ficar mal. Seja numa viagem mais comedida, numa viagem mais confortável, no fora-estrada, ou mesmo quando tentamos imprimir ritmos mais despachados, o Volvo XC90 consegue todas essas frentes na perfeição. Em parte, tudo isto também se consegue devido aos modos de condução e à motorização hibrida bastante “disponivel”. Os modos de condução são: AWD, PURE, Hybrid, Power, Off-Road e Individual. No nosso ensaio circulamos uma boa parte do tempo no modo Pure que é o modo mais comedido, a resposta do acelerador deixa de ser tão célere para que consigamos um melhor consumo de combustivel, notámos que a climatização perde também alguma eficiência. O modo off-road como o próprio nome indica é o modo de todo-o-terreno, neste modo o Volvo XC90 altera algumas definições do controlo de tracção, altera a dureza da direcção e a suspensão torna-se mais condescendente. O modo “Hybrid” no caso desta versão T8 é o modo predefinido, em que o Volvo XC90 se adequa a uma utilização quotidiana em que temos uma resposta de acelerador capaz de agradar os dois mundos, não nos deixando sem força para ultrapassar ou para imprimir um ritmo mais despachado, mas por outro lado não nos deixa com medo de esmagar o pedal do acelerador devido aos consumos. O modo AWD é um bom modo para dias em que o clima se encontra mais dificil, a tracção integral ajudar-nos-á a manter o automóvel na estrada com menores perdas de tracção e maior facilidade de controlo na chuva intensa ou quem sabe em condições realmente adversas como gelo, lama, entre outros. É no modo Individual que conseguimos ajustar todo o Volvo XC90 às nossas necessidades, na utilização da tracção, suspensão, direcção, resposta do acelerador, ar-condicionado, entre outros.

Relembramos que o Volvo XC90 T8 conta com um motor a 2.0 Litros a gasolina com 4 cilindros a debitar 320cv de potência e 400Nm de binário, a este potente motor, juntamos um propulsor eléctrico com 87cv de potência e 240Nm de binário, numa receita conjunta que resulta em números surpreendentes como 407cv de potência e 640Nm de binário. É fácil ficar colado aos assentos, é fácil ficar sem carta e é fácil chamar à atenção. Apesar dos seus 3010kg de peso, o Volvo XC90 T8 Plug-In Hybrid consegue ultrapassar a barreira dos 100km/h em apenas 5,6 segundos, antes de atingir a velocidade máxima de 230km/h.

Os consumos médios no nosso ensaio rondaram os 8 Litros a cada 100km. Tendo em conta que a aerodinâmica está longe de ter sido desenhada em prol dos consumos, e que o seu peso é quase digno da necessidade da carta de pesados, os consumos são simpáticos. No nosso ensaio, tivemos o problema da Volvo não nos ter cedido o automóvel com carga no sistema eléctrico nem nos ter cedido um cartão Mobi.E para carregamento, acreditamos que os consumos fossem ainda mais convincentes. Ainda assim, relembramos que no modo totalmente eléctrico o Volvo XC90 T8 Plug-in hybrid consegue realizar aproximadamente 30km sem recurso ao motor a gasolina, de acordo com outros testes realizados ao modelo. O tempo de carregamento varia consoante as tomadas falamos de 7 horas, 4 horas ou mesmo 2 horas e 30 minutos.

O Volvo XC90 Plug-in Hybrid, é um veiculo importante para a marca Sueca, uma vez que foi um dos automóveis pioneiros na electrificação. Relembramos que no mês de Julho do ano passado, a marca Sueca comprometeu-se a introduzir em todos os seus modelos lançados a partir de 2019 uma motorização hibrida plug-in ou eléctrica, marcando o fim dos automóveis movidos apenas a motores de combustão interna. Esta estratégia anunciada o ano passado foi reconhecida pelas Nações Unidas.

Falando do comportamento, o Volvo XC90 é um automóvel capaz de oferecer viagens realmente confortáveis, através de uma afinação perfeita da suspensão e da qualidade extraordinária de interiores que já falamos ao longo do artigo. Contudo, este automóvel de 3 toneladas consegue também ter um comportamento surpreendente em ritmos mais despachados, sendo preciso, previsível q.b e seguro em qualquer situação. A direcção é directa, o motor convence pela positiva e o chassi é mais do que competente, o conjunto mostra-se capaz de nos fazer pensar que estamos ao volante de um automóvel de segmento “C” devido à sua agilidade, inserção em curva e eficiência.

Uma das palavras de ordem da Volvo é a segurança, por isso, este Volvo XC90 estava dotado de tudo aquilo que um dos automóveis mais seguros do mundo (é o caso), deve ter. Cruise-control adaptativo, sistema pilot Assist com função de paragem em trânsito, correcção de volante, aviso de ângulo morto, aviso de transposição involuntária de faixa, assentos com encostos de cabeça anti-chicotada, luzes de máximos automáticas, travagem autónoma de emergência, faróis direccionais, alerta de fadiga do condutor, estacionamento semi-autónomo, alerta de colisão dianteira com detecção de peões, air-bag de peões e construção por “safety cages” que são ligas leves de reforço à carroçaria cujo objectivo é proteger os ocupantes em caso de colisão. Nos testes Euro NCAP realizados em 2015, o Volvo XC90 obteve as 5 estrelas com 97% na protecção dos adultos, 87% na protecção das crianças, 72% na protecção de peões e 100% nas ajudas à condução!

O preço por um Volvo XC90 começa nos 69.344,00€ e a versão ensaiada tem o custo de 106.618,00€. Paga de IUC: 201,58€. Tem 2 anos de garantia de fábrica sem limite de quilómetros e realiza manutenções de 30.000km em 30.000km.

Fotos de: José da Palma

Artigo anterior

FIAT 500 L 1.3 Multijet Cross: Um Fiat 500 para familias "Cool"!

Artigo seguinte

F1 2018 disponibiliza automóveis icónicos da Formula 1!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.