EnsaiosNoticias

TOYOTA RAV4 2.5 Hybrid Square Collection Dynamic Force: Um híbrido sem complicações!

O Toyota RAV4 está mais atraente do que nunca, não só do ponto de vista estético, mas também no que toca a modularidade, economia e facilidade de condução.

O Toyota RAV4 é imponente, não só pelo seu tamanho, mas pelas suas linhas vincadas e firmes que lhe concedem um aspecto mais moderno, musculado e robusto. O aspecto SUV vê-se acentuado pelas abas das rodas, protecções de pára-choques na dianteira e traseira, assim como pela altura ao solo generosa.

No exterior temos ópticas e farolins LED, vidros traseiros escurecidos, portão traseiro automático, chave mãos-livres, pintura bi-tom, barras de tejadilho longitudinais, jantes pretas de 17 polegadas, entre outros.

O acesso ao interior é facilitado por uma abertura de portas generosa q.b e pela altura ao solo, que também se torna responsável pela facilidade no acesso aos lugares dianteiros e traseiros. Uma vez no interior há espaço para pernas, ombros e cabeça em ambas a filas de assentos. No que toca ao espaço de arrumação, temos bolsas das portas tímidas, compensadas pelo apoio de braço situado entre os lugares dianteiros que tem espaço de arrumação para dar e vender. Ainda no que toca ao espaço o porta-luvas não dá para levar toda a tralha, uma vez que as dimensões do mesmo dão para pouco mais do que os manuais de instruções do RAV4.

O conforto está garantido com assentos ergonómicos, uma configuração de suspensão condescendente q.b, uma qualidade de acabamentos ao melhor nível do segmento e também, através de uma boa qualidade de construção, que impede o aparecimento de barulhos parasitas.

Sentados no Toyota RAV4 somos brindados com um design interior contemporâneo e agradável, cujo o requinte é vincado pelo pesponto azul presente no punho da caixa, assentos, tablier e portas. O ecrã do sistema de navegação e multimédia lidera a consola central, situando-se no topo, já os comandos rotativos e emborrachados da climatização, são salientes e são a peça que mais sobressai da consola central que aposta na simplicidade de um ecrã e meia dúzia de botões.

Na lista de equipamento desta versão Square Collection, o Toyota RAV4 oferece: sistema de som premium JBL, climatização automática de dupla-zona com saídas para os lugares traseiros, botão start da ignição, retrovisores com recolha eléctrica, câmara de ajuda ao estacionamento 360º, controlo por voz, volante multi-funções, retrovisor interior com escurecimento automático, modos de condução, sensores de chuva e luminosidade, limitador e regulador de velocidade adaptativo, assento do condutor com regulação eléctrica, travão eléctrico de estacionamento com Auto-Hold, modo EV, painel de instrumentos com ecrã TFT de 7 polegadas e sistema de navegação e multimédia com 8 polegadas, assentos dianteiros aquecidos, entre outros.

O sistema de navegação e multimédia da Toyota não parece ter grandes falhas ou erros. Contudo, a imagem está longe de ser a melhor, assim como a interface esta longe de ser a mais intuitiva. A estes factores juntamos o facto de ser um sistema algo lento e sem preparação para Android Auto ou Apple CarPlay. O ponto positivo são sem dúvida as aplicações relacionadas com o sistema híbrido, que nos permitem uma maior sensibilidade na condução de um automóvel híbrido.

No painel de instrumentos temos muita informação, que aparece com boa definição e é de fácil percepção. Voltam a estar presentes os gráficos relativos à condução e ao fluxo de energia. Mas não é tudo, uma vez que consoante o modo de condução o painel de instrumentos apresenta cores diferentes, que se associam a cada um dos modos. As informações relativas a viagem, estado do automóvel, consumos, entre outras, têm também lugar neste painel de instrumentos que é muito completo.

A posição de condução é alta e agradável, conseguimos ter acesso a todos os comandos sem grandes dificuldade, temos boa visibilidade, quer na estrada, quer na altura de estacionar, como também temos uns assentos envolventes e comandos intuitivos no que toca a iluminação, climatização, entre outros.

Sabemos que o Toyota RAV4 não é um automóvel de corridas, algo que se percebe na altura de andar mais depressa. Quando imprimimos um ritmo mais despachado, o Toyota RAV4 tem algumas reacções menos previsíveis. Porém, a direcção está muito mais comunicativa, o conforto a bordo é uma constante e a condução é prazerosa. Quando circulamos sem grande exageros, o Toyota RAV4 transmite conforto e segurança.

Um dos elementos mais surpreendentes do Toyota RAV4 é sem dúvida o motor que alia a performance ao consumo de combustível. As prestações convencem, uma vez que é fácil ficarmos encostados ao assento, mesmo com o modo “Eco”. A motorização 2.5 hybrid reúne um motor a gasolina 2.5 Litros de 4 cilindros com 177cv de potência e 221Nm de binário a um motor eléctrico. Em conjunto debitam 218cv de potência e proporcionam ao Toyota RAV4 uma aceleração dos 0 aos 100km/h em 8,4 segundos. A velocidade máxima é de 180km/h.

A potência é enviada para as rodas através de uma caixa automática de variação continua, com 6 “relações”, apesar de pratica e fácil de utilizar, esta caixa de velocidades é ruidosa. Porém, continua a fazer algum sentido quando falamos em conforto de condução e consumo de combustível, quando sabemos utilizá-la. As 6 relações pretendem aumentar o prazer de condução, mas não têm qualquer intervenção no comportamento do RAV4, tanto que é possível arrancar num semáforo no modo manual em 6ª velocidade.

No nosso ensaio, conseguimos realizar uma média de consumo na ordem dos 5,5 Litros a cada 100km, o que tendo em conta as dimensões, a altura ao solo e o peso, é sem dúvida surpreendente.

No que toca aos modos de condução: o “Eco” vai reduzir a resposta do acelerador e a performance da climatização para nos ajudar a poupar combustível. O modo “normal” deixa-nos utilizar o Toyota RAV4 sem limitações e é um bom modo para uma condução despreocupada. O modo desportivo torna o Toyota RAV4 mais “desperto” e sem olhar a consumos, quando aceleramos ele está lá, pronto para “dar tudo”.

Na segurança o Toyota RAV4 tem uma série de equipamentos que o afirmam como um automóvel seguro: travagem activa de emergência com reconhecimento de peões e ciclistas, aviso de transposição involuntária de faixa com correcção de volante, reconhecimento de sinais de trânsito, luzes de estrada automáticas, cruise-control adaptativo com função “full-stop”, aviso de ângulo morto, câmara de ajuda ao estacionamento 360º, entre outros.

Nos testes Euro NCAP o Toyota RAV4 obteve as 5 estrelas com 93% na segurança dos adultos, 87% na segurança das crianças, 85% na segurança dos peões e 77% nas ajudas à condução.

O Toyota RAV4 está disponível por 42.085,00€ para a versão Comfort com a motorização Hybrid 2.5. A versão ensaiada Lounge está disponível por 51.545,00€. Paga de IUC: 204,21€. O Toyota RAV4 Hybrid é Classe 1 nas portagens com identificador Via Verde.

Fotos: João Santos

Artigo anterior

Novo Corsa-e a partir de 29.990 euros

Artigo seguinte

Mazda 9: Imaginação e tanto!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.