EnsaiosNoticias

Toyota GT86: Ser ou parecer?

A aquisição de um automóvel desportivo depende sempre de quem está a realizar a compra. Há quem compre automóveis desportivos pelo prazer da condução, há quem os compre pela potência, pelo design ou simplesmente pelo status… No fim de contas, o que mais importa? Ser ou parecer? O Toyota GT86 é um desportivo que se preocupa em “ser” um automóvel capaz de oferecer uma experiência de condução divertida e prazerosa, sem se preocupar com o status. Se queremos um automóvel realmente divertido de guiar, esta tem de ser uma opção a ter em conta!

Um automóvel que oferece uma experiência de condução tão enriquecedora, merece um texto escrito na primeira pessoa. Embora não seja a primeira vez que guio o Toyota GT86, esta foi mais uma vez que me senti a conduzi-lo como se fosse a única, ou não estaríamos a falar de um automóvel realmente digno do seu antecessor “Hachi Roku”, que defende um prazer de condução puro e sem “mariquíces”.

Em cerca de 5 anos guiei mais de 300 automóveis de todos os tipos, com vários níveis de equipamento e características muito diferentes. Sei que não posso falar de familiares e de desportivos da mesma forma, a menos que em algum modelo estas características se unam. Se num familiar olhamos para a questão pratica ou económica, num desportivo somos “obrigados” a olhar à emoção e à experiência de condução, isto, se não guiarmos apenas pelo status.

O Toyota GT86 sabe “dar nas vistas”, porém, não é um automóvel que se associe a “pessoas finas”, uma vez que tem um aspecto demasiado “Racing” e rebelde, sem dar “aso” a preocupações com requintes que são desnecessários à tarefa de “andar depressa”. Não deixa de ser um automóvel apelativo para quem gosta de automóveis, tal como não deixa de ser bonito, dentro do seu design asiático vincado, com características que nos levam a querer guiá-lo no limite só de olharmos para ele.

O seu aspecto exterior faz com que seja facilmente associado a um tipo de pessoas a que gostamos de chamar “Ratata” e é fácil perceber porquê. O estilo “Racing” é vincado pelo capô longo, entradas de ar no guarda-lamas junto às portas, grelha dianteira de tamanho generoso com um lábio dianteiro bastante esguio e não podia o belo do aileron. As jantes raiadas de 17 polegadas, as ópticas LED longas e pontiagudas, são sem dúvida a cereja no topo do bolo. É apelativo? Com certeza! Não há quem não olhe para ele!

Abrimo-lo através da proximidade com a chave mãos-livres, dobramo-nos até sermos obrigados a contratar um osteopata e… Chegamos exactamente ao local onde queríamos estar… O lugar do condutor!

No interior encontramos botões rotativos que parecem cabeças de parafuso sextavado, um tablier direito, assentos desportivos, um volante de pequenas dimensões, pedais em aluminio e alinhados milimetricamente, assim como uma posição de condução capaz de agradar o mais exigente dos condutores. O ambiente desportivo vê-se acentuado pelo pesponto vermelho no volante, fole do punho da caixa de velocidades, assentos e portas, assim como pela alcantara presente nos assentos, tablier e portas.

Os lugares traseiros dão para pouco mais do que duas criancinhas de tenra idade. Contudo, quem é que se vai preocupar com isso quando tem um GT86 na garagem? Deixemos os putos, a esposa, a sogra e a família em casa e haja dinheiro para pneus!

O Toyota GT86 conta com uma direcção muito directa, um chassi muito equilibrado, um motor extremamente redondo e não podia faltar uma caixa de velocidades que nos permite sentir cada engrenagem… Caros leitores, estão reunidas as condições para um prazer de condução memorável! Debaixo do capô está um motor 2.0 Litros de 4 cilindros Boxer com 205cv de potência às 7000rpm e 212Nm de binário entre as 6400rpm e as 6600rpm.

A caixa manual de 6 velocidades envia a potência para as rodas traseiras e as ajudas à condução podem ser desligadas. Assim conseguimos atingir mais uma vez o nirvana do prazer de condução.

Rotação não falta e ruído de escape também não, principalmente quando decidimos dar fogo à peça! O funcionamento do motor é realmente agradável e proporciona muito prazer de condução, uma vez que estamos à espera de uma subida de rotação gradual, que nos permite usufruir em pleno de um ruído de escape único e de uma facilidade de condução que não é possível num automóvel sobrealimentado.

O chassi é equilibrado e os comandos são a cereja no topo do bolo, uma vez que o volante é pequeno e tem uma excelente pega, o punho da caixa de velocidades é ergonómico e os assentos proporcionam o apoio necessário para nos sentirmos em sintonia com o automóvel e acima de tudo em segurança.

No Toyota GT86 há dois problemas, é dificil guiar devagar e é dificil poupar pneus e combustível. Como verdadeiro petrolhead, acredito que haja algum tipo de estimulo automobilístico, capaz de proporcionar ao corpo e à mente uma sensação invulgar, algo que só se atinge com o automóvel certo. Se o nosso grande objectivo é prazer de condução, o Toyota GT86 faz questão de nos dar isso e um sorriso idiota no rosto.

É o automóvel que faz parar todos os transeuntes para tirarem fotos ou selfies? Talvez não! É o automóvel ideal para ir a uma reunião de negócios em que se quer fazer boa figura? Também não! É o automóvel ideal para “fazer vista grossa” num casino? Definitivamente não! Portanto, se realmente sonham com um Toyota GT86 é porque, tal como eu, apreciam o maior dos prazeres da vida, o prazer proporcionado por um pela condução de um automóvel divertido, que nos transmite o comportamento de cada componente mecânico. Estes são os automóveis que nos arrepiam todos os pêlos do corpo e nos fazem sentir borboletas no estômago!

Se há desportivos pouco utilizáveis no dia-a-dia, esse não é o caso do Toyota GT86, que acaba por ter um bom compromisso entre a performance e o conforto. Não é um automóvel capaz de nos fazer chorar na altura de colocar combustível, uma vez que com boa vontade é possível realizar médias na ordem dos 8 Litros a cada 100km.

O Toyota GT86 Black Touch está disponível a partir dos 42.430,00€ e tem 7 anos de garantia ou 160.000km.

Fotos: João Santos

Artigo anterior

Série especial Polo United celebra parceria da Volkswagen com a UEFA

Artigo seguinte

SEAT Tarraco eleito Grande SUV Ano 2019

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.