NoticiasComunicados de Imprensa

Peugeot Rally Cup Ibérica 2020

Está já em preparação a Temporada 3 da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, a copa de ralis da responsabilidade da Peugeot Portugal e da Peugeot Espanha, que se tornou um ator preponderante na modalidade rainha do desporto automóvel de estrada. Após dois anos de enorme sucesso, perfilam-se várias novidades em 2020, a começar pelo novo Peugeot 208 Rally 4.

Estrear uma nova máquina num Campeonato é sempre um momento de importância capital para equipas e público, e a utilização do novo Peugeot 208 Rally 4 é um dos pontos altos da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2020. Será essa a base para todos os candidatos a um título que, no final deste ano, representará o acesso a um aliciante Prémio Final, nada menos do que um programa oficial, em Portugal ou Espanha, aos comandos de um C3 R5. É um fator que, decerto, contribuirá para um reforço significativo do número de participantes e das lutas pelas melhores posições nas diferentes provas.

Composto por seis provas, o calendário da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2020 inclui a 1.ª Etapa do Vodafone Rally de Portugal e a totalidade do RACC Catalunya – Costa Daurada/Rally de España, para além de três novidades absolutas e um regresso, em três ralis em Portugal e três em Espanha, divididos por terra e asfalto.

No terreno com a logística da Sports & You, a organização da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA espera, por isso, uma adesão significativa de equipas a esta verdadeira fórmula de sucesso e plataforma de lançamento de carreiras no mundo dos ralis, de modo a encontrar os sucessores de Robert Blach e de Daniel Berdomás, os Campeões de 2018 e 2019.

“É com enorme satisfação que confirmo, oficialmente, que o novo Peugeot 208 Rally 4 será a ‘máquina’ a usar na PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2020, um herdeiro promissor do 208 R2, que foi utilizado nas duas primeiras temporadas do troféu”, comenta Hélène Bouteleau, Diretora da Peugeot Portugal e Espanha. “A nova máquina aproveita as evoluções técnicas e estéticas do 208 de série. O que as equipas e os engenheiros da PEUGEOT Sport quiseram foi colocar na estrada um carro de ralis eficiente, acessível, fiável e de elevadas performances, que proporcione um enorme prazer de condução e prazer também para quem o vê evoluir nos troços.” Esta responsável destaca “a sua estreia muito promissora no Rali de Madrid de 2019, prova onde, este modelo, ainda em fase de desenvolvimento, demonstrou muitas das características que queremos proporcionar aos participantes na PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2020, e que muitos pilotos já puderam testemunhar”.

Fiel ao desejo de fazer eclodir os futuros talentos da disciplina e de proporcionar-lhes as melhores armas, destaque-se o facto das primeiras 20 unidades do novo 208 Rally 4 terem sido atribuídas à PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2020, iniciativa de ralis que será, assim, a primeira a contar com a mais recente criação dos ateliers de competição da Peugeot Sport.

Coorganizada pela Peugeot Portugal e pela Peugeot Espanha e com a gestão logística a cargo da Sports & You, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA mantém as parcerias com a Pirelli, no domínio dos pneus, e com Total, nos combustíveis e lubrificantes, entre outros apoios: Huawei, Vodafone, RACC e ACP.

PRÉMIO FINAL DE SONHO: UM PROGRAMA OFICIAL PARA 2021

Para a nova temporada que se avizinha, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA regista um reforço significativo de prémios. Merece particular ênfase o Prémio Final que se traduzirá num programa oficial para 2021, no Campeonato de Portugal de Ralis ou no Supercampeonato de Espanha de Ralis, aos comandos de um C3 R5, viatura de competição também com o selo da PSA Motorsport. Os detalhes desse programa serão definidos oportunamente.

“Depois de duas épocas em que demos ao Campeão a hipótese de realizar um rali à escolha com um modelo ‘R5’ do Groupe PSA, subimos bastante a fasquia nesta nova fase da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, permitindo à equipa que se sagrar Campeã participar, no ano seguinte, num programa oficial, em Portugal ou Espanha”, explica José Pedro Fontes. “Trata-se de um reforço bastante significativo do investimento por parte do Groupe PSA e, em simultâneo, o reconhecimento da validade desta iniciativa de ralis ibérica, que até há dois anos não existia. É, também, um objetivo que sempre perseguimos. Este prémio traduz-se numa mensagem clara que sempre quisemos passar aos nossos clientes da Competição Cliente, de que temos uma estratégia sustentada e bem definida para os ajudarmos a alcançar o patamar de topo da modalidade, começando com o 208 Rally 4 ao nível do troféu (da categoria ‘Rally 4’), seguindo-se o programa com um modelo para o Grupo ‘Rally 2’, antecâmara da categoria máxima do WRC, o grupo ‘Rally 1’”, acrescentou.

Alicerçada em duas temporadas repletas de emoção, com as decisões sempre adiadas até às últimas provas, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA manterá a distribuição dos prémios por prova e por diversas categorias. Mais detalhes serão revelados oportunamente, quando se anunciarem as versões finais do Regulamento Desportivo e do Regulamento Técnico da copa.

3 RALIS EM ESTREIA NUM TOTAL DE 6 PROVAS

À semelhança das duas temporadas anteriores, o calendário da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2020 contempla um total de seis provas, divididas entre ralis de terra e asfalto, realizando-se três em Portugal e três em Espanha.

Há três provas em estreia, com destaque para o Rali Vinho Madeira (em agosto), a reputada e exigente prova insular, que este ano é também pontuável para o Troféu Europeu de Ralis (ERT) e para o Troféu Ibérico de Ralis (IRT), para além do Rally ATK, na região espanhola de Leão & Castela (em junho), e do icónico Rallye Vidreiro Centro de Portugal Marinha Grande (em outubro). Regista-se, também, o regresso do Rally Princesa de Astúrias (setembro), prova que já pontuou para a copa em 2018.

Do lado das manutenções destacam-se os dois únicos ralis que sempre fizeram parte do calendário: o Vodafone Rally de Portugal, prova do Campeonato do Mundo de Ralis (WRC), e o RACC Catalunya/Rally de España, rali que em 2020, por questões de rotação de calendário do WRC, não pode ter esse estatuto mundialista, embora mantendo-se no alinhamento da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2020. No caso da prova portuguesa volta a contemplar-se, para efeitos de classificação final da copa, apenas a 1ª Etapa, enquanto a jornada espanhola contará na sua totalidade para a copa, fruto da estrutura adaptada este ano ao Supercampeonato de Espanha de Ralis. A prova lusa abrirá, em maio, esta Temporada 3 e a espanhola ditará os nomes dos Campeões, em outubro.

CALENDÁRIO DA PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2020

24 a 24 maio Vodafone Rally de Portugal (1ª Etapa) Terra Portugal
27 a 28 junho Rally ATK (nota: nome definitivo a atribuir) Terra Espanha
1 a 2 agosto Rali Vinho Madeira Asfalto Portugal
12 a 13 setembro Rally Princesa de Astúrias Asfalto Espanha
3 a 4 outubro Rallye Vidreiro Centro De Portugal Marinha Grande Asfalto Portugal
24 a 25 outubro RACC Catalunya/Rally de España Asfalto Espanha

“A génese da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA mantém-se, com seis ralis, três em Portugal e três em Espanha, divididos por pisos de terra e de asfalto, num conjunto que, à exceção das duas provas maiores de cada país, se renova ano após ano, mas sempre integrando alguns dos melhores ralis de ambos os lados da Península Ibérica”, explica José Pedro Fontes. “Mantemos, assim, o Vodafone Rally de Portugal, contemplando a sua etapa inicial, e o RACC Catalunya/Rally de España, mesmo tendo em conta que este ano não pontua para o WRC, o que nos permitirá fazê-lo na sua versão integral, mais curta. Por outro lado, vamos, pela primeira vez, até à Madeira e à prova do ATK Motorsport, a realizar a norte de Espanha, e recuperamos o Rally Princesa de Astúrias, que se correu há dois anos.”

Serão estes os seis palcos que irão decidir quem sucede a Daniel Berdomás, o Campeão do ano passado, e a Roberto Blach, o titulado em 2018, bem como nos demais troféus de suporte.

NOVO 208 RALLY 4: O ÁS DE TRUNFO PARA A TEMPORADA 3

Um dos pontos altos da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2020 é o novo Peugeot 208 Rally 4, a mais recente criação da Peugeot Sport para os troféus internacionais de ralis. Sucessor do anterior best-seller 208 R2, o novo modelo de competição irá alicerçar-se na génese do seu antecessor – fiabilidade, acessibilidade e eficiência – com vista a tornar-se num verdadeiro campeão.

Desenvolvido ao abrigo de um intenso programa, que envolveu pilotos da marca com enorme experiência internacional no mundo dos ralis, sob diferentes superfícies e condições extremas, o 208 Rally 4 fez a sua estreia no Rallye Ciudad de Madrid de 2019, em Espanha, ao abrigo de uma autorização especial da Federação Espanhola de Ralis (RFEDA), logo demonstrando os pergaminhos, com tempos muito interessantes e que lhe deixam antever uma enorme competitividade entre os seus pares de 2 rodas motrizes.

Máquina de performances renovadas e exemplo único de experiência de condução para a nova categoria “Rally 4”, o novo 208 Rally 4 é um produto desenvolvido com base no novo 208 de produção, aproveitando as evoluções técnicas e estéticas do modelo de série. Já no capítulo mecânico, destaca-se o novo motor 1.2 PureTech de 3 cilindros turbo comprimido de 208 cavalos adaptado para a competição, com um turbo de maiores dimensões, uma gestão eletrónica de competição Magneti Marelli e uma caixa de velocidades SADEV, entre outros. O conjunto está implantado na nova plataforma CMP (base partilhada pelos veículos do segmento B do Groupe PSA) de baixo peso e dinâmica melhorada, garantindo performances desportivas ainda mais significativas.

O programa de homologação, que está ainda a decorrer junto das respetivas instâncias da FIA, ficará concluído a tempo de se permitir a verdadeira estreia oficial do novo 208 Rally 4 no Vodafone Rally de Portugal, em maio, no âmbito da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA. As encomendas podem já ser colocadas através da Sports & You, distribuidora oficial da Peugeot Citroën Racing Shop para Portugal e Espanha, modelo que é proposto por € 66.000 (antes de impostos).

FICHA TÉCNICA – NOVO PEUGEOT 208 RALLY 4

CHASSIS

Estrutura: Coque Peugeot 208, reforçada com um arco de proteção multiponto soldado
Carroçaria: Aço e plástico

MOTOR

Tipo: EB2 Turbo
Diâmetro x Curso: 75 x 90,48 mm
Cilindrada: 1.199 cm3
Potência máxima / Binário máximo: 208 cv às 5.450 rpm / 290 Nm às 3.000 rpm
Potência por litro: 175 cv/l
Distribuição: Dupla árvore de cames à cabeça acionada por um eixo, 4 válvulas por cilindro
Alimentação: Injeção direta pilotada por caixa Magnetti Marelli

TRANSMISSÂO

Tipo: Tração às rodas da frente
Embraiagem: Duplo disco de cerâmica / metálico, com diâmetro de 183 mm
Caixa de velocidades: Sequencial SADEV de 5 velocidades
Diferenciais: Mecânico com autoblocante

TRAVÕES

À frente: Discos ventilados de 330 mm (asfalto) e 290 (terra); pinças de 3 pistões
Atrás: Discos de 290 mm; pinças de 2 pistões
Travão de mão: De comando hidráulico

SUSPENSÕES

Tipo: McPherson
Amortecedores: Ohlins reguláveis, 3 vias (compressão a baixa e alta velocidade, batente)

RODAS

Jantes /Pneus: Speedline 7×17 / 19/63-17 e Speedline 6×15 / 16/64-15

DIMENSÕES, PESOS E CAPACIDADES

Comprimento x Largura x Altura: 4.052 mm x 1.738 mm x 2.553 mm
Pesos: 1.080 km (mínimo) / 1.240 kg (incluindo pilotos)
Depósito de combustível: 60 l

São estes os principais alicerces da terceira temporada da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, iniciativa que, à semelhança de anos anteriores, tem como objetivo a promoção da modalidade e a contribuição para o surgimento de novos valores num conjunto de ralis emblemáticos da Península Ibérica.

Informações adicionais serão prestadas atempadamente, aquando da publicação da regulamentação desportiva e técnica da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2020, podendo outras ser obtidas junto da Sports & You, pelo telefone + 351224160161 ou pelo email peugeotrallycupiberica@sportsandyou.pt.

Artigo anterior

Novo Land Rover Defender faz "das suas" no "007 - No Time To Die"!

Artigo seguinte

Polestar vai revelar um novo sistema de navegação e multimédia com base Android!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.