ArtigosEnsaios

Peugeot 308 SW 1.2 Puretech GT Line: Estilo e dinâmica!

Estivemos ao volante da Peugeot 308 SW, com o motor 1.2 Puretech a gasolina de 130cv, uma carrinha que já tem alguns anos, mas que ainda está à altura da concorrência no que toca ao design, dinâmica e equipamentos, o que faz dela uma aposta a colocar em cima da mesa na hora de comprar um automóvel novo.

Os anos passaram, mas parece não terem passado pela Peugeot 308, uma carrinha que se mantém actual, com um design irrepreensível e interessante. Nesta versão “GT Line”, contamos com uma estética mais desportiva e jovem que faz girar algumas cabeças, ainda para mais quando se opta pela cor “Azul Magnetic”.

Nesta versão GT Line que é das mais equipadas contamos com luzes de iluminação Led na dianteira e traseira, vidros traseiros escurecidos, um bodykit mais desportivo com entradas de ar maiores, saias e inclui um difusor que alberga dois embelezadores que simulam duas saídas de escape, jantes de 17 polegadas e “badges” GT Line um pouco por toda a carroçaria. Nesta versão mais desportiva também o nome “Peugeot” na grelha aparece a vermelho sobressaindo de forma acentuada.

No interior o espaço é surpreendente, tanto na dianteira como nos lugares traseiros é possivel viajar a vontade, nesta versão GT Line os assentos são algo rígidos, o que melhora as sensações, mas pode tornar-se cansativo nas viagens mais longas. Até a bagageira surpreende com os seus 610 Litros de capacidade que se estendem até aos 1660 Litros.

O design do interior é indiscutível, a Peugeot tem apostado num bom design e isso está à vista, temos um automóvel com alguns anos que tem um interior mais futurista do que grande maioria da concorrência. O tablier é recuado, focado no condutor, enquanto a consola central é minimalista e centrada. A falta de elementos torna-se uma mais valia, na medida em que conseguimos um interior limpo e agradável. Nesta versão GT Line os assentos são mais rígidos como já tínhamos falado anteriormente, tem maior apoio lombar e o volante é em pele perfurada, para colocar a “cereja no topo do bolo, temos uma pedaleira em alumínio. O pesponto vermelho no tablier, maneta da caixa de velocidades, assentos e volante é indispensável para acentuar ainda mais o aspecto desportivo do interior. Na nossa opinião, o painel de instrumentos volta a ser pouco visível em algumas posições de condução, à semelhança do que já acontece com outros modelos da marca. O volante pequeno é uma mais valia para a manobrabilidade do automóvel e o corte desportivo aumenta significativamente o prazer de conduzir a Peugeot 308. Algo que é já característica na Peugeot é também os tejadilhos panorâmicos enormíssimos, só estão disponíveis como opção.

O equipamento é mais do que muito nesta versão, temos: cruise-control, ajuda ao estacionamento dianteiro e traseiro, chave mãos-livres, ar-condicionado automático dupla-zona, retrovisor interior com escurecimento automático, Peugeot Connect SOS & Assistance e sistema de navegação e multimédia em ecrã de 7 polegadas. Este sistema é intuitivo, tem boa imagem, funciona bem e está preparado para o Apple CarPlay e Android Auto. O Peugeot Connect SOS é um serviço de chamada de emergência localizada, disponível 24h por dia, 7 dias por semana, sem mensalidades. Este é um sistema de ajuda conectado ao automóvel. Ainda na parte da conectividade temos o App Peugeot que nos permite encontrar serviços e efectuar marcações a partir do smartphone.

O painel de instrumentos do Peugeot 308 não é tão “desenvolvido” como os últimos modelos da marca, ainda assim, é completo e fornece a informação necessária.

Os comandos estão bem colocados, a posição de condução é prazerosa e confortável e como já dissemos os pormenores desta versão GT Line fazem a diferença para melhor, a tarefa de conduzir a Peugeot 308 não é de todo um suplicio, antes pelo contrário, é um automóvel comunicativo e de certa forma emocional, que nos consegue fazer esquecer que estamos ao volante de uma carrinha de segmento “C” e não de um automóvel desportivo.

O chassi da Peugeot 308 é formidável, a marca Francesa sabe conceber automóveis com um bom comportamento e a 308 não é excepção. Na altura de “dar fogo à peça” comporta-se quase como um verdadeiro desportivo, uma aderência formidável, pouco deslizamento da carroçaria, uma direcção directa e um motor e caixa que satisfazem, a suspensão é algo firme.

O motor 1.2 Puretech conta com apenas 3 cilindros e tem 130cv com 230Nm de binário. Este motor é agradável de guiar é “disponivel” e é mais “redondo” do que seria expectável, a caixa automática de 6 velocidades ajuda a obter um maior prazer de condução devido à sua eficiência, as trocas de caixa podiam ser ligeiramente mais rápidas, mas ainda assim satisfazem bastante.

No que toca a performance a Peugeot 308 consegue uma aceleração dos 0 aos 100km/h em 10,1 segundos (caixa automática) e uma velocidade máxima de 204km/h (caixa automática).

Os consumos é que podiam ser melhores, uma vez que no nosso ensaio circulámos em percursos mistos, com e sem transito e a Peugeot 308 rondou sempre os 7 Litros altos, o que pode ser um problema se houver a necessidade de um automóvel económico.

No que toca à segurança, apesar de ser um automóvel com alguns anos, a Peugeot foi actualizando essa área, contamos com aviso de transposição involuntária de faixa, aviso de ângulo morto (opcional), sensores de chuva e luminosidade, ajuda ao estacionamento, entre outros. Nos testes EuroNCap conseguiu em 2013 as 5 estrelas com 92% na segurança dos adultos, 79% na segurança das crianças, 64% na protecção dos peões e 81% nas ajudas à condução.

A Peugeot 308 SW tem o preço base de 23.960,01€ para a versão base Acess 1.2 Puretech de caixa manual com 5 velocidades. A versão ensaiada da Peugeot 308 SW GT Line tem o custo de cerca de 33.350,00€. Tem 2 anos de garantia e paga de IUC: 101,49€.

Fotos: José da Palma

Artigo anterior

Novo Lancia Stratos recebe luz verde!

Artigo seguinte

Esta é a colecção de roupa da Lamborghini!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *