ArtigosEnsaios

KIA Stonic 1.0 T-GDI EX: Pequeno grande crossover!

O KIA Stonic é a aposta da KIA para o difícil segmento dos pequenos crossovers. A concorrência é forte, e por isso, a KIA “investiu” numa boa motorização, num bom design e em condições de compra bastante atractivas. Este é sem duvida um modelo a ter em conta na altura de comprar um SUV de segmento B.

O design do KIA Stonic chama a atenção, o aspecto desportivo e jovem leva-nos a “simpatizar” com o modelo que tem uma lista infindável de personalizações exteriores. Os pára-choques são musculados, a grelha é aberta e flanqueada por duas ópticas rasgadas de estilo asiático, as protecções plásticas encontram-se por toda a carroçaria e temos combinações de cinza e preto brilhante que assentam e contrastam na perfeição. A KIA não se podia esquecer de alguns elementos que acentuam o aspecto desportivo e aventureiro, falamos das barras de tejadilho, difusor traseiro com uma saída de escape desportiva e ainda um spoiler traseiro. É ainda possivel personalizar cores de tejadilho, jantes, entre outros.

Ainda no exterior contamos com uma série de equipamentos mesmo na versão mais “baixa” EX, nesta versão encontramos vidros traseiros escurecidos, jantes de 17 polegadas, Farois em Halogéneo com projectores bi-funcionais, luzes diurnas LED, luzes direccionais e retrovisores rebativeis electricamente.

As dimensões do KIA Stonic fazem-no parecer algo “compacto” face a outros modelos do segmento, contudo, é um estilo que o faz primar pela diferença.

No interior contamos com muitos plásticos e nenhum material emborrachado. Contudo, a KIA oferece uma boa montagem que evita barulhos parasitas e faz com que o Stonic seja mais “sólido e fiável” de interiores do que alguns modelos da concorrência com recurso a materiais emborrachados. O espaço a bordo convence e é suficiente para viajarem dois adultos nos lugares traseiros sem grandes problemas. A bagageira não é líder do segmento mas também convence com os seus 332 Litros de capacidade, que se estendem até aos 1135 através do rebatimento dos assentos traseiros em 60:40.

Os assentos são confortáveis, os comandos são intuitivos, o volante é ergonómico, embora continuemos e não gostar da maneta da caixa de velocidades (piquinhices). É agradável conduzir o KIA Stonic, para além de ser o automóvel confortável e com espaço q.b, está também recheado de equipamento de série mesmo na versão EX que é a verão mais baixa no motor 1.0 T-GDI. O KIA Stonic traz de série nesta versão: Encostos de cabeça activos, Ar condicionado automático, Banco do condutor com ajuste em altura, Bluetooth mãos livres com reconhecimento de voz, Coluna da direcção de ajuste em altura e profundidade, volante multi-funções, cruise-control e limitador de velocidade, Ligação USB + Aux com ligações nos lugares traseiros, sistema de navegação e multimédia de 7 polegadas, câmara de ajuda ao estacionamento traseiro, 4 colunas de som com 2 tweeters na dianteira, espelho retrovisor com escurecimento automático, entre outros.

O sistema de navegação e multimédia da KIA é já bastante conhecido, pela sua simplicidade, boa imagem, serviços conectados durante o período de garantia (7 anos) e ainda Android Auto e Apple CarPlay. O MirrorLink permite-nos “passar” o ecrã do telefone para o sistema do KIA Stonic. O painel de instrumentos é completo e fornece informações de forma bastante clara.

Como já dissemos, conduzir o KIA Stonic é uma agradável tarefa, tem uma direcção directa q.b, diferente da gama da marca Coreana anterior, tem travões de disco às 4 rodas que nem todos os SUV deste segmento tem e o chassi é também bastante equilibrado. A configuração das suspensões é mole, sem oferecer um mau comportamento ao KIA Stonic. Já o motor 1.0 Litros Turbo GDI de 3 cilindros tem 120cv de potência, 172Nm de binário e oferece ao pequeno SUV Coreano andamentos vivos, quando as rotações sobem mais um bocadinho. A caixa de 6 velocidades é competente, privilegiando os consumos, sem que a performance seja demasiado afectada.

A aceleração dos 0 aos 100km/h acontece em 10,3 segundos, antes de atingir os 184km/h. Os consumos rondaram os 6,5 Litros a cada 100km, com percursos mistos, com e sem trânsito.

As marcas cada vez mais estão a desenvolver formas dos automóveis se tornarem mais seguros e mais autónomos, a KIA não diferente e por isso este KIA Stonic na versão EX contava com sensores de chuva e luminosidade, sistema de ajuda ao arranque em subida, distribuição electrónica da travagem, Airbag de condutor e passageiro com função desactivação, Airbags laterais e de cortina, entre outros.

A EuroNCAP atribuiu duas classificações ao KIA Stonic, as 5 estrelas com o pack safety e apenas 3 estrelas sem o pack safety. Sem o pack safety o modelo teve 85% na protecção dos adultos, 84% na protecção das crianças 62% na protecção dos peões e 25% nas ajudas à condução. Com o Pack Safety, o caso muda de figura, uma vez que passamos a ter 93% na protecção dos adultos, mantemos os 84% na protecção das crianças, aumentamos para os 71% na protecção dos peões e passamos a ter 59% na classificação das ajudas à condução.

No que toca aos valores, o KIA Stonic, consegue estar abaixo de alguns dos seus concorrentes. Está disponivel a partir dos 14.060,00€ para a versão LX com o motor 1.2 a gasolina. Já a versão ensaiada EX com o motor 1.0 Turbo GDI de 120cv está disponível por 17.710,00€ já com pintura metalizada. O pack dos sistemas avançados de ajuda à condução custa mais 500€ travagem activa de emergência e aviso de transposição involuntária de faixa. O modelo ensaiado paga de IUC: 101,49€. Não podemos deixar esquecer os 7 anos de garantia!

Artigo anterior

Mazda MX-5 recebe novo motor com 181cv?

Artigo seguinte

Estará a Bugatti pronta para revelar o Chiron Super Sport?

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *