Comunicados de ImprensaNoticias

Gil Antunes entre os 10 mais rápidos no arranque do Campeonato de Portugal de Ralis

Num dos ralis tradicionalmente mais duros da época, Gil Antunes e Alexandre Ramos rodaram consistentemente no top 10 do Campeonato de Portugal de Ralis, que começou este fim de semana, no Rali Serras de Fafe-Felgueiras-Cabreira e Boticas.

Dupla do Dacia Sandero R4 foi obrigada a abandonar com problemas na bomba de combustível, quando estava no 9.º lugar do CPR.

Gil Antunes entre os 10 mais rápidos no arranque do Campeonato de Portugal de Ralis 16

Depois de ter discutido a vitória no Rali das Camélia, Gil Antunes voltou a mostrar a sua competitividade no arranque do Campeonato de Portugal de Ralis, disputado sob condições meteorológicas muito adversas. À semelhança de 2021, a chuva, lama e nevoeiro marcaram o Rali Serras de Fafe-Felgueiras-Cabreira e Boticas, o que degradou ainda mais as classificativas para a maioria dos concorrentes nacionais, já que o evento pontuava também para o Campeonato da Europa FIA (ERC).

Depois da Super Especial citadina em Fafe, na sexta-feira, Gil Antunes e o navegador Alexandre Ramos começaram o dia de sábado com um furo lento na primeira especial do dia, conseguindo mesmo assim um tempo melhor do que quatro viaturas R5. A tendência manteve-se durante a manhã de sábado, com Gil Antunes a rodar consistentemente entre os 10 mais rápidos do CPR.

Gil Antunes entre os 10 mais rápidos no arranque do Campeonato de Portugal de Ralis 17

Contudo, na ligação para a primeira classificativa da tarde, a bomba de combustível do Dacia Sandero R4 cedeu e obrigou o piloto de Sintra a abandonar à entrada para a PEC7, quando estava no 9.º lugar do CPR.

“Sabíamos que a prova seria duríssima, não só pelas condições do tempo mas também pela degradação dos pisos, já que estávamos no último grupo a partir para os troços”, afirmou o piloto de Sintra. “Depois do furo logo no primeiro troço de sábado, tivemos de gerir bem o nosso andamento para não voltar a furar, já que não tínhamos mais nenhum pneu suplente. Ainda assim, fizemos tempos interessantes face aos R5 que estavam próximos de nós. Infelizmente, a bomba cedeu na ligação para o troço de Cabeceiras de Basto e não havia nada a fazer. Agora vamos começar a preparar os Açores, outra prova muito mediática e onde esperamos confirmar estas boas indicações”, concluiu Gil Antunes.

Gil Antunes entre os 10 mais rápidos no arranque do Campeonato de Portugal de Ralis 18

O Azores Rallye, considerado um dos ralis de terra mais famosos do mundo, será a segunda prova do Campeonato de Portugal de Ralis e também do Campeonato da Europa de Ralis (ERC), disputando-se entre os dias 25 e 27 de março.

Artigo anterior

“Vôo, Câmara, Ação!”: Nos Bastidores Das Filmagens Do Vídeo De Apresentação Da Nova Geração Ranger Raptor

Artigo seguinte

BP Ultimate Baja TT ACP: regresso das emoções do TT em prova seletiva e desafiante

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.