Comunicados de ImprensaNoticias

Ford Celebra A Competição Que Gerou Grandes Pilotos, Apostando Na Nova Era Do Automobilismo Com Veículos Híbridos (video)

Recorrendo sempre a motores Ford, o Campeonato Britânico de F4 tem sido, ao longo de mais de 50 anos, um verdadeiro laboratório de testes para pilotos em ascensão.

Lançada como Fórmula Ford em 1967, passando a Fórmula MSA em 2015 e a Fórmula 4 (F4) desde 2016, esta competição ajudou a lançar estrelas de Fórmula 1 e nomes famosos, entre os quais James Hunt, Ayrton Senna, Damon Hill, Jenson Button e Lando Norris, colocando-os na rota do sucesso.

O último evento de F4 com viaturas de competição equipadas com o motor Ford EcoBoost de 1,6 litros teve lugar no circuito de Brands Hatch, no Reino Unido, entre 23 e 24 de Outubro, ou seja, precisamente o mesmo circuito em que a competição se havia estreado 54 anos antes.

A Fórmula Ford ao longo das décadas

Propostas de baixo custo que ajudariam os jovens pilotos a passar do karting para os patamares mais altos das competições de monolugares, as primeiras viaturas de Fórmula Ford utilizavam um motor Ford Kent 1.6 de 105 CV, proveniente do modelo familiar Cortina. A competição tornou-se num sucesso imediato entre concorrentes e espectadores, com a primeira corrida realizada fora da Grã-Bretanha a ter lugar em 1967, na Bélgica.

Nome lendário do automobilismo, James Hunt venceu corridas e estabeleceu recordes de melhores voltas na Fórmula Ford durante a temporada de 1968, resultados que o colocaram na rota do sucesso, até se tornar Campeão de F1, em 1976. No entanto, Hunt não foi o primeiro graduado da Fórmula Ford a alcançar o título de Campeão do Mundo de Fórmula 1, pois em 1972, dois anos depois de ganhar o título sul-americano de Fórmula Ford, Emerson Fittipaldi sagrou-se Campeão de F1.

Durante a década de 1980, a competição evoluiu com corridas extremamente competitivas e de grande qualidade. A ausência de apêndices aerodinâmicos de downforce deu aos monolugares da Fórmula Ford uma aparência distinta que permitia incríveis manobras de ultrapassagem, uma vez que os pilotos eram menos afetados pela turbulência de ar dos outros carros. Isto permitiu a alguns dos pilotos mais talentosos da modalidade aperfeiçoar as suas capacidades.

Ford Celebra A Competição Que Gerou Grandes Pilotos, Apostando Na Nova Era Do Automobilismo Com Veículos Híbridos (video) 14
1970 Formula Ford Mirage

Ayrton Senna ganhou os campeonatos de Fórmula Ford em 1981 e 1982, antes de alcançar o sucesso máximo com três títulos de Campeão na Fórmula 1. Nos campeonatos europeu e alemão de 1988, o grande Michael Schumacher terminou em segundo e sexto lugares, respetivamente, uma antevisão do seu enorme sucesso na F1, com nada menos que sete títulos mundiais.

Os anos 90 deram início a uma nova era na Fórmula Ford, com a introdução, em 1993, de uma versão de 145 CV do motor Zetec de 1,8 litros, utilizado em modelos de grande sucesso da Ford, como o Escort e o Orion. Onze anos antes de se tornar Campeão de F1, Jenson Button venceu o Campeonato Britânico de Fórmula Ford e o Festival Fórmula Ford, ambos em 1998.

Em 2006, a Fórmula Ford adotaria uma versão de 155 CV do motor Duratec de 1,6 litros montado no inovador Ford Focus, para posteriormente, em 2012, entrar em cena uma versão sobrealimentada do motor 1.6 EcoBoost, com 165 CV.

Em 2015, foi introduzida uma das alterações mais radicais da série, com a adição de asas dianteiras e traseiras nos carros. Muito mais rápidos por volta e com o visual de um “mini-F1”, os novos monolugares de Fórmula Ford atraíram jovens e talentosos pilotos sedentos de velocidade, entre os quais a atual estrela em ascensão na F1, Lando Norris, vencedor do campeonato de Fórmula MSA desse ano.

Numa altura em que a Ford Motor Company se afasta dos monolugares, os objetivos e o entusiasmo concentram-se, agora, na nova era híbrida do Campeonato do Mundo de Ralis (WRC) da FIA, no âmbito do qual a Ford volta a associar-se à M-Sport para participar com o Ford Puma Rally1, um carro desenvolvido pela empresa fundada por Malcom Wilson. Apresentando um motor híbrido plug-in de nova geração, que combina na perfeição o desempenho do motor a gasolina Ford EcoBoost de 1,6 litros, com um sofisticado motor elétrico de 100 kW e uma bateria de 3,9 kWh, o novo carro fará a estreia no Rally de Monte Carlo em Janeiro de 2022.

Para a Ford, o WRC será a primeira modalidade eletrificada de desporto automóvel a nível mundial, à medida que a companhia procura aproveitar o sucesso do lançamento de novos veículos, tais como o Mustang Mach-E1 e o furgão E-Transit, ambos 100% elétricos.2

Ford Celebra A Competição Que Gerou Grandes Pilotos, Apostando Na Nova Era Do Automobilismo Com Veículos Híbridos (video) 15

Alunos distintos

James Hunt

1 título de F1, 93 participações

Fórmula Ford 1968, Russell-Alexis

Emerson Fittipaldi

2 títulos de F1, 149 participações

Fórmula Ford 1969, Jim Russell Racing

Ayrton Senna

3 títulos de F1, 162 participações

Fórmula Ford 1981, Van Diemen e Rushen Green (1982)

Eddie Irvine

148 F1 entries

Formula Ford 1983-87

Rubens Barrichello

326 participações na F1

Fórmula Ford 1989, Arisco

Mark Web

217 participações na F1

Fórmula Ford 1995, Yellow Pages Racing

Jenson Button

1 título de F1, 309 participações

Formula Ford 1998, Haywood Racing

Johnny Herbert

165 F1 entries

Formula Ford 1985

Damon Hill

1 título de F1, 122 participações

Fórmula Ford 1985, Manadient Racing

Michael Schumacher

7 títulos de F1, 308 participações

Formula Ford 1988, Eufra Racing

David Coulthard

247 participações na F1

Fórmula Ford 1989

Anthony Davidson

24 participações na F1

Formula Ford 1999, 2000, Haywood Racing

Lando Norris

+ de 50 participações na F1

MSA Formula 2015, Carlin

Citações

“Ainda tenho, no meu museu na Escócia, o meu Van Diemen de 1989, que mantém o mesmo bom aspeto da última corrida. Quando penso na Fórmula Ford, só tenho boas memórias, até pelo que a modalidade fez pelo automobilismo. Mesmo com o passar do tempo e com a chegada de novos formatos, a Fórmula Ford continuará a ter sempre um lugar especial no meu coração.”

David Coulthard, ex-piloto de Fórmula 1

“Para mim, a Fórmula 4 foi o melhor trampolim e a melhor forma para desenvolver toda a minha carreira. Travei muitas e boas batalhas que ainda hoje recordo. O melhor de tudo foi o grande equilíbrio entre todos, com níveis de competitividade muito próximos; todos os fins de semana, a concorrência em pista era extremamente renhida. Obrigou-me a trabalhar muito. Sinto saudades desses tempos!”

Lando Norris, Piloto de Fórmula 1

Notas

O Ford Mustang Mach-E oferece até 610 km de autonomia 100% elétrica, com homologação WLTP, na configuração de tração traseira e bateria com autonomia alargada.

Valores oficiais de homologação de eficiência energética do Ford E-Transit serão publicados mais perto da data de comercialização.

Os valores WLTP declarados para consumos de combustível/energia, emissões de CO2 e autonomia elétrica são medidos de acordo com os requisitos técnicos e especificações da Regulamentação Europeia (CE) 715/2007 e (UE) 2017/1151, nas suas mais recentes redações. O procedimento do teste padrão aplicado permite a comparação entre diferentes tipos de veículos e fabricantes.

Artigo anterior

Enterprise Rent-a-Car renova parceria com a UEFA por mais três anos

Artigo seguinte

Rally ACP Clássicos 2021 junta máquinas de outros tempos entre Estoril e Mafra no próximo sábado

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.