Comunicados de ImprensaNoticias

A Segurança Infantil para a Volvo

Décadas de investigação e a importância das crianças viajarem voltadas para a retaguarda.

A Volvo Cars realiza hoje um webcast onde pretende abordar estórias nunca antes contadas sobre a luta contra outra pandemia global que ceifa 1.3 milhões de vidas todos os anos… os acidentes rodoviários.

Só em 2019, os acidentes rodoviários provocaram inúmeras vítimas mortais.

•22.800 nos 27 Países da União Europeia (Dados: European Commission)
•472 em Portugal (Dados: ANSR)
•221 na Suécia (Dados: Official Statistics of Sweden)

De acordo com a World Health Organization os acidentes rodoviários são a principal causa de morte no grupo etário dos 10-19 anos e o uso de sistemas adequados ao transporte de crianças são capazes de reduzir no mínimo em 60% o número de mortes.

A segurança automóvel e em particular a segurança infantil é um tema muito importante para a Volvo.

INSPIRAÇÃO ESPACIAL
Em 1962 o mundo prende a respiração ao ver John H. Glenn Jr. o primeiro astronauta americano, a aventura-se na orbita terreste com a nave espacial Mercury.

Na TV, granulada a preto e branco, são milhões aqueles que ouvem o locutor da NBC:

“Uma vez em vôo, a Mercury será inclinada, de modo a que o astronauta viaje de costas ”

Para um professor universitário sueco, Bertil Aldman esta foi a frase que desencadeou a ideia que viria a salvar a vida de milhares de crianças.

Aldman compreende que a anatomia de uma criança é muito diferente da de um adulto e descobriu que a melhor forma de a proteger, em caso de acidente de automóvel, é apoiando a sua cabeça minimizando os movimentos no pescoço. Desta forma, à semelhança dos astronautas a deitarem-se sobre as costas durante a descolagem para nivelar as forças, a melhor distribuição de carga para minimizar as lesões nas crianças será voltadas para a retaguarda.

HERANÇA INIGUALÁVEL

A herança da Volvo em matéria de desenvolvimento, testes e guias para a correta instalação de cadeiras de criança é inigualável. Desde os anos 60, que a empresa tem vindo a alcançar importantes marcas:

1964 – Protótipo da primeira cadeira infantil

Bertil Aldman apresenta o primeiro protótipo de cadeira infantil estando a Volvo intimamente envolvida no desenvolvimento com testes realizados num PV544.

1967 – cadeira com encosto especial para crianças

A primeira cadeira infantil vendida a clientes foi criada rodando o banco do passageiro dianteiro. A adição de um encosto acolchoado com alças garantiu que a criança voltada para trás fosse mantida no lugar. A solução foi vendida como um acessório para o recém-lançado Volvo Amazon.

1972- apresentação da primeira cadeira de segurança de criança voltada para a retaguarda.
1976 – primeiro banco elevatório de criança
1990 – primeiro assento elevatório integrado no banco.
1999 – primeira cadeira voltada para a retaguarda com integração ISOFIX

VIAJAR VOLTADO À RETAGUARDA ATÉ AOS 4 ANOS
Atualmente, a Volvo comercializa uma nova geração de cadeiras de criança cujo desenvolvimento foi baseado no design, no conforto e na conveniência.

A Volvo acredita na importância das crianças viajarem num automóvel, voltadas para a retaguarda, até aos 3-4 anos de idade.

“O nosso objetivo é garantir que as crianças consigam viajar da melhor maneira possível, em função da sua idade e do seu tamanho. Isto significa virado para a retaguarda até aos 3 ou 4 anos de idade e depois com cadeiras para crianças ou almofadas auto até 140 cm de altura. Os benefícios de segurança são inquestionáveis, mas muitos pais, inadvertidamente, permitem que seus filhos fiquem sentados voltados para a frente muito cedo.”

Lotta Jakobsson – Adjunct Professor, PhD and Senior Technical Leader, Injury Prevention at Volvo Cars Safety Centre.

Artigo anterior

Audi E-TRON e E-TRON Sport estreiam tecnologia Digital Matrix LED!

Artigo seguinte

Milano Design City: Citroën surpreendeu com “Time to be My Amy”

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.