NoticiasComunicados de Imprensa

Volvo Cars apresenta novo modelo 100% elétrico Volvo C40 Recharge

A Volvo Cars apresentou ontem, mundialmente, o seu novo modelo 100% elétrico – O Novo Volvo C40 Recharge.

Este modelo representa mais um passo no caminho para a eletrificação total da Volvo Cars que hoje anunciou também que, a partir de 2030, cada novo automóvel vendido será exclusivamente 100% elétrico.

O Volvo C40 Recharge é um crossover que proporciona aos condutores todos os benefícios de um modelo SUV mas ligeiramente mais baixo e com um design ainda mais elegante. Este novo automóvel é baseado na plataforma CMA e é o primeiro modelo da história da Volvo Cars desenhado e pensado, de raiz, para ser um modelo 100% elétrico.

O C40 Recharge é o segundo automóvel 100% elétrico da empresa. Esta linha de automóveis foi inaugurada com o XC40 Recharge, cuja comercialização será iniciada ainda este mês em Portugal. Nos próximos anos, a Volvo Cars irá apresentar vários modelos elétricos, estando ainda uma nova vaga de lançamentos prevista para o período compreendido entre 2025 e 2030.

“O C40 Recharge representa o futuro da Volvo e mostra a direção que pretendemos seguir. É puramente elétrico, a aquisição será feita online através de um pack de serviços conveniente e estará disponível para rápida entrega. Conduzir um Volvo nunca foi tão aliciante.”

Henrik Green – Chief Technology Officer – Volvo Cars.

A traseira do Volvo C40 Recharge apresenta luzes características, com um design totalmente reformulado e perfeitamente integrado com a linha de tejadilho inferior. O design dianteiro reflete toda uma nova apresentação para os novos modelos elétricos da Volvo onde se incluem faróis com tecnologia pixel de última geração.

No interior, o automóvel apresenta uma posição de condução elevada, em linha com as preferências atuais da maioria dos condutores. Este modelo terá disponíveis uma série de cores e de opções exclusivas e será mesmo o primeiro automóvel da marca sem qualquer componente em pele de origem animal.

À semelhança do XC40 Recharge, o C40 Recharge terá um dos melhores sistemas de infotainment do mercado, tendo sido desenvolvido em conjunto com a Google tendo por base o sistema operativo Android. Nos mercados onde vai estar disponível, irá oferecer aos condutores as aplicações da Google e os vários serviços integrados, como o Google Maps, o Google Assistant e a Google Play Store.

Dados ilimitados permitem um nível de conectividade sem precedentes e será possível ao C40 Recharge receber atualizações de software “over-the-air”. Isto significa que, à imagem do XC40 Recharge, este modelo estará cada vez melhor, ao longo do tempo.

A sua propulsão será garantida através de dois motores elétricos situados nos eixos dianteiro e traseiro. A capacidade das baterias é de 78kWh e será capaz de carregar, em cerca de 40 minutos, 80% do seu limite. O C40 Recharge oferece uma autonomia de 420 km (WLTP) que deverá também ela melhorar ao longo do tempo através das atualizações de software “over-the-air”.

O C40 Recharge deverá chegar a Portugal no final do ano estando disponível para encomenda online. Em linha com a ambição de construir uma linha de produto menos complexa, o novo automóvel terá uma gama de versões mais reduzida e que será oportunamente divulgada.

Ao adquirir, online, o novo C40 Recharge, o cliente comprará não só o automóvel, mas também uma vasta gama de serviços como a manutenção, a garantia, a assistência em viagem, o seguro e as opções de carregamento doméstico.

O modelo tem início de produção prevista para o outono de 2021 e será fabricado, à imagem do XC40 Recharge, na fábrica belga da Volvo Cars de Gent.

Ficha técnica

Volvo C40 Recharge Ficha tecnica

Comunicado de Imprensa Volvo Cars Portugal

Artigo anterior

Honda e é o Elétrico do Ano do Womens World Car of the Year 2021

Artigo seguinte

Nova Isuzu D-Max chega a Portugal

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.