Comunicados de ImprensaNoticias

Mazda cresce em toda a Europa no 3º trimestre!

Chegada ao mercado das mais recentes evoluções dos diferentes modelos Mazda suportou o crescimento das vendas.

Lançamento da próxima geração de produtos reforça a gama de propostas.

Revisão das previsões para a totalidade do Ano Fiscal, de modo a reflectir a evolução do volume de vendas.

A Mazda Motor Corporation deu hoje a conhecer os números das suas vendas globais e dos resultados financeiros referentes aos primeiros 9 meses do Ano Fiscal (AF) de 2018-19.

Num período em que comercializou um total de 1.170.000 unidades em todo o mundo, registou-se uma forte procura pelas propostas do tipo crossover da Mazda, para além de que a introdução de diversas evoluções em diferentes modelos – nomeadamente no Mazda6, Mazda CX-3 e Mazda MX-5 – permitiu prolongar a dinâmica de vendas até ao final desses primeiros 9 meses do Ano Fiscal.

Tal como havia acontecido no final do primeiro semestre do AF, foi a região ASEAN que garantiu o mais elevado aumento de vendas de veículos no cômputo de 9 meses (de 1 Abril a 31 de Dezembro de 2018), com um crescimento de vendas de 26% (104.000 unidades), sendo o contributo do Japão traduzido num aumento de 7,0% nas vendas (150.000 unidades). Quanto à América do Norte, este mercado registou 320.000 unidades vendidas, mantendo-se nivelado ao longo dos 9 meses.

Na Europa foram comercializadas 196.000 unidades, mais 2.0% do que no mesmo período do AF anterior, registando-se fortes crescimentos em Espanha (16.000 veículos; +10.0%) e Reino Unido (25.000 unidades; +6,0%. As vendas na Europa foram impulsionadas pelo Mazda2 e pelo Mazda CX-5, modelos que registaram crescimentos de 8,0% e 15,0%, respectivamente, face a igual período do AF anterior.

A performance de vendas da Mazda ao longo dos primeiros 9 meses do ano traduziu-se num resultado financeiro de 20.300 milhões de euros, resultando num resultado operacional de 462 milhõesde euros e um lucro líquido de 286,8 milhões de euros.

Mantendo um acompanhamento constante ao ambiente do mercado automóvel mundial, as previsões anuais da Mazda para a totalidade do AF foram revistas, de modo a reflectir a actual performance de vendas, tendo em conta as flutuações das taxas de câmbio. Assim, o volume de vendas estimado para o ano fiscal 2018-19 passa a ser de 1.569.000 de unidades antes de 1.617.000 unidades e o resultado operacional estimado passa para 625 milhões de euros, enquanto o lucro líquido estimado é de 429,7 milhões de euros.

Com a próxima geração de produtos Mazda actualmente em fase de lançamento, processo que se iniciou com o Novo Mazda3, desvendado no Salão Automóvel de Los Angeles, em Novembro último, a que se seguirá um novo crossover a ser revelado no Salão Automóvel de Genebra, em Março próximo, a empresa antecipa uma continuidade deste crescimento durante 2019.

Artigo anterior

Toyota GT86 Black Touch: O mais divertido da Toyota ficou ainda melhor!

Artigo seguinte

Ford Focus ST Line 1.5 TDCi: O melhor do segmento?

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.