ArtigosEnsaios

Ford Focus ST Line 1.5 TDCi: O melhor do segmento?

O novo Ford Focus chegou à CarZoom com o motor 1.5 TDCi na versão ST Line. Se este não é o melhor familiar compacto, é certamente um dos melhores. Para além de espaçoso, confortável e do preço simpático, este é um automóvel pensa em quem gosta de conduzir e o seu comportamento digno de registo nunca nos deixará ficar aborrecidos.

O novo Ford Focus recebeu uma grande lufada de ar fresco no design, face aos modelos anteriores, a Ford rompeu com as linhas e o resultado final é agradável. Na versão ST Line o novo Ford Focus tem um aspecto mais desportivo e equipamento para dar vender.

No exterior temos uma grelha de grandes dimensões preta em favo de mel e nas extremidades do pára-choques dianteiro temos as molduras pretas dos faróis de nevoeiro, com entradas de ar logo ao lado para refrigeração do sistema de travagem. As ópticas são rasgadas, os flancos do pára-choques são largos e desportivos e o capô mergulhante e vincado fornece uma maior ideia de aerodinâmica. Nas laterais mantém-se as linhas fluídas e dinâmicas que dão uma maior enfase à linha de cintura subida e curvilínea a partir do pilar “B”, as ilhargas e guarda-lamas são musculados e transmitem um design ainda mais desportivo. Na traseira temos um óculo traseiro pequeno, um aileron digno de um carro de Rali e um difusor embutido no pára-choques traseiro também generoso que alberga uma dupla saída de escape. O tejadilho com vincos dá-nos uma maior perspectiva de aerodinâmica.

Ainda no exterior temos ópticas dianteiras full-LED adaptativas (opcional), jantes de 18 polegadas (opcional) envolvidas em pneus 235/40, antena Shark, farolins traseiros LED, pinças dos travões vermelhas (opcional), chave mãos-livres e vidros traseiros escurecidos (opcional).

Passando ao interior a Ford brinda-nos com uma qualidade de materiais e de montagem que nos fazem pensar se vale realmente adquirir um automóvel de uma marca premium. Temos zonas de couro e zonas emborrachadas em quase todo o habitáculo, incluindo portas, tablier, consola central, entre outros. Nesta versão ST Line os acabamentos são imitação de carbono e alumínio.

O design interior desportivo satisfaz, não sendo demasiado “foclórico” como acontece em alguns modelos do segmento. Temos comandos colocados maioritariamente no volante e manetes, o que nos proporciona um maior controlo e uma consola central mais “limpa” onde encontramos apenas o ecrã flutuante e generoso do Ford Sync 3 e os comandos do Ar-Condicionado mais abaixo. Os pespontos vermelhos e as aplicações em carbono oferecem um requinte extra ao interior do novo Ford Focus na versão ST Line.

No que toca ao espaço a bordo viajamos relativamente à vontade nos lugares dianteiros e viajamos também com conforto nos lugares traseiros, embora o acesso seja mais difícil a pessoas de maior estatura, devido ao design de tejadilho que desce até à traseira. Na bagageira temos 375 Litros que se estendem até aos 1354 Litros, uma bagageira bem ao nível do segmento.

No que toca ao equipamento temo-lo para dar e vender. O Ford Focus na versão ST Line traz de série ar-Condicionado automático de dupla zona, Computador de bordo em ecrã TFT, assentos dianteiros mais desportivos e aquecidos específicos da versão ST Line (Couro como opção), Pedais em alumínio, botão start de ignição, protector portas (opcional), Sistema de Navegação e multimédia Ford SYNC 3 com ecrã táctil de 8 polegadas preparados para Applink, Android Auto e Apple CarPlay, um sistema de som Bang&Olufsen (opcional), volante desportivo especifico da versão ST Line, punho da caixa de velocidades em alumínio, soleiras das portas ST Line, Head-Up Display e carregador de smartphone sem fios (opcional). A lista de equipamento não se fica por aqui, uma vez que temos ajuda ao estacionamento dianteiro e traseiro com câmara, retrovisores com recolha eléctrica e assento do condutor com regulação eléctrica (opção).

O sistema de navegação e multimédia Ford Sync 3 é dos melhores do segmento. Para além da rapidez, facilidade de utilização e boa imagem, sincroniza na perfeição com o Android Auto e Apple CarPlay. Apresenta uma navegação eficiente e um sistema de som agradável quando temos o opcional B&O Play. Conseguimos ainda aceder à internet e descarregar aplicações. Com a aplicação Ford Pass podemos definir um destino de navegação, trancar ou destrancar portas, colocar o motor a trabalhar, temos internet a bordo através dos dados do telefone, informação do tráfego em tempo real e monitorização do Ford Focus, tudo isto à distância e com uns cliques no smartphone.

No painel de instrumentos temos um computador de bordo bastante completo e com boas dimensões, que apresenta uma série de informações relativas aos modos de condução, dados de consumos e viagem, bússola, sistemas de ajuda à condução, entre outros.

A bordo do novo Ford Focus é fácil sentirmo-nos bem, viajamos com conforto e com uma boa ergonomia proporcionada pelos assentos dianteiros e traseiros. Contudo, é no lugar do condutor que queremos estar o bom apoio lombar do assento, a boa pega do volante e do punho da caixa de velocidades fazem com que conduzir o novo Ford Focus seja uma tarefa realmente agradável. É fácil encontrar uma boa posição de condução, principalmente para quem gosta de adoptar uma postura mais desportiva.

No que toca ao comportamento dinâmico, o Ford Focus é provavelmente o melhor da sua classe. Há quem até já o compare com super desportivos, devido a um teste do Alce realizado em Espanha em que o Ford Focus conseguiu passar os obstáculos a uma velocidade que envergonhou alguns desportivos com nomes sonantes na praça. Nós comprovámo-lo, o Ford Focus tem um chassi rígido, uma direcção directa, uma suspensão firme q.b e uma abordagem às curvas digna de alguns carros de corrida. Se querem um automóvel realmente prazeroso e que nos ofereça confiança para “dar fogo à peça” o Ford Focus é o automóvel ideal.

Debaixo do capô estava o motor diesel 1.5 TDCI com 120cv de potência e 300Nm de binário. O binário deste motor ocorre entre as 1750rpm e as 2250rpm, o que infelizmente o faz tornar-se algo “anémico” nas rotações mais baixas e proporcione consumos menos simpáticos em cidade ou em percursos onde ocorram maiores variações de velocidade, que nos obrigam a recorrer excessivamente à caixa, que apesar de macia não tem o melhor manuseamento do mundo sendo algo “longa”. Quando queremos imprimir um ritmo mais despachado, o motor 1.5 TDCi chega para oferecer andamentos satisfatórios ao Ford Focus, que aliados ao excelente comportamento dinâmico conseguem oferecer sorrisos rasgados ao condutor mais exigente. No que toca à performance temos uma aceleração dos 0 aos 100km/h em 10 segundos e uma velocidade máxima de 196km/h.

Os modos de condução ajudam-nos a adaptar o Ford Focus ao que pretendemos, temos os modos Eco, Normal e Sport. No modo Normal temos uma resposta ao acelerador que nos permite ultrapassar ou aumentar a velocidade sem grande esforço, não gastando combustivel em excesso. No caso do modo “Eco” a resposta ao acelerador fica mais progressiva para que o consumo de combustivel saia beneficiado. Chegámos ao modo Sport que nos permite aproveitar melhor a excelente dinâmica do Ford Focus. Este modo proporciona uma reposta mais imediata do acelerador e a direcção fica mais pesada que tornando-se mais comunicativa e envolvente.

Os consumos de combustivel variam. No nosso ensaio a média esteve entre os 6 Litros e os 5,6 Litros a cada 100km. Percorremos estradas sinuosas de serra com uma condução mais empenhada, estivemos no meio do trânsito e ainda realizamos quilómetros na cidade. É provavel que com uma condução realmente comedida e modo “Eco” à mistura, que os consumos baixem mais do que aqueles que anunciamos. Relembramos que o facto do motor 1.5 TDCi ser algo anémico nas baixas rotações faz com que tenhamos de acelerar mais ou recorrer à caixa quando queremos aumentar a velocidade.

Na segurança o Ford Focus é também uma referência pois tínhamos uma série de sistemas como aviso de transposição involuntária de faixa com correcção de volante, sistema de manutenção de faixa, cruise-control adaptativo, luzes de máximos automáticas, alerta de fadiga do condutor, sensores de chuva e luminosidade, reconhecimento de sinais de trânsito, estacionamento autónomo, monitorização de pressão dos pneus, travagem activa após colisão, entre outros. O familiar compacto americano obteve as 5 estrelas nos testes EuroNCAP com 85% na protecção dos adultos, 87% na protecção das crianças, 72% na protecção de peões e 75% nas ajudas à condução.

O preço da versão ensaiada Ford Focus ST Line 1.5 TDCi EcoBlue (Diesel) é de 28.777,00€ sem despesas de legalização e transporte. Somos obrigados a alertar que a versão ensaiada estava “carregada” de extras no valor de 5.387,00€ (c/Iva). A Ford tem ainda campanhas a decorrer que tornam o preço do novo Ford Focus ainda mais atraente e abaixo do segmento. Falamos num desconto de 3.200 euros e oferta de equipamento à escolha do cliente até 800€ e ainda a valorização da retoma em 1000€. O Ford Focus 1.5 TDCi paga de IUC: 146,79€. (WLTP)

Artigo anterior

Mazda cresce em toda a Europa no 3º trimestre!

Artigo seguinte

BMW planeia BMW i7 como futura alternativa ao Série 7?

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.