NoticiasComunicados de Imprensa

SEAT implementa robots autónomos

A empresa torna-se a primeira na Europa a implementar AGVs sem orientação magnética fora das oficinas, com ligação 4G, carregamento por indução e um comboio de 25 metros.

Cada comboio pode transportar 10 toneladas e, juntos, percorrem 240 quilómetros por dia.

Os AGVs permitem a entrega mais eficiente das peças, pois reduzem o CO2 em 1,5 toneladas, eliminando o transporte de camiões entre as oficinas.

A fábrica da SEAT em Martorell avança na direção do seu objetivo de se tornar uma fábrica mais sustentável, digitalizada e inteligente. A SEAT é o primeiro fabricante industrial na Europa a ter veículos guiados automaticamente em zonas externas (automated guided vehicles, em inglês) com navegação SLAM (simultaneous localization and mapping, em inglês), ligação 4G e carregamento de baterias elétricas por indução. Até ao momento, oito AGVs estão a circular fora das oficinas de produção da fábrica de Martorell para automatizar o transporte de peças. Os novos veículos juntam-se aos 200 AGVs que fornecem peças dentro das oficinas de montagem nas fábricas de Martorell e Barcelona.

Cada AGV externo e as suas carruagens compõem um comboio de 25 metros com capacidade máxima de transporte de 10 toneladas, que juntamente com os veículos fazem um percurso de 3,5 quilómetros. Graças à navegação SLAM, esses veículos não são guiados por fita magnética ou fios, reduzindo os custos de manutenção. São mais versáteis para se adaptar a novas rotas e a sua instalação não requer nenhuma construção. Ao todo, os oito AGVs viajam 240 quilómetros por dia. No momento, já existem duas rotas operacionais entre a prensa e as oficinas de carroçaria, nas quais são entregues peças laterais do veículo e elementos móveis, como escotilhas e portas, o que reduz com o transporte de camiões entre estas oficinas.

O uso da frota de AGVs externos permite uma redução de 1,5 tonelada de CO2 por ano, pois até agora essas entregas eram feitas com um camião e um trator. O uso desses AGVs permite um fornecimento mais eficiente e económico, e reduz os stocks no ponto de partida e no destino, bem como o tráfego de veículos dentro da fábrica. O projeto foi desenvolvido em colaboração com a ASTI Mobile Robotics e com a Telefónica.

O vice-presidente de produção e logística da SEAT, Dr. Christian Vollmer, afirmou que “nos últimos anos, a SEAT tem introduzido inovações pioneiras no campo da logística e este é outro exemplo do nosso compromisso em nos tornar uma referência para a Indústria 4.0. A incorporação do AGV externo permite-nos otimizar os processos de produção e logística de maneira eficiente, sustentável e conectada”.

Uma referência para a Indústria 4.0

Com este projeto, a SEAT melhora a sua eficiência e avança com o objetivo de tornar Martorell uma fábrica mais inteligente através da Internet of Things, em ambientes industriais onde a automação e a digitalização de processos são essenciais. Nos últimos anos, a SEAT aplicou inovações tecnológicas em todo o seu ciclo de produção, como os próprios AGVs, integrados na linha de produção para o transporte de peças, o uso de drones para entrega urgente de peças e robots colaborativos que, combinados com uma gestão de dados mais eficiente, graças ao uso de inteligência artificial, big data e blockchain, permite processos mais eficazes, flexíveis e ágeis. Todas estas novidades 4.0 coexistem com os 7.900 trabalhadores, que atualmente produzem 2.300 veículos por dia.

Artigo anterior

Team Hyundai Portugal vai ainda mais longe em 2020

Artigo seguinte

Prémios AUTOBEST entregues ao Opel Corsa

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.