Comunicados de ImprensaNoticias

Hyundai apresenta 6 fatores principais que influenciam a autonomia

A autonomia dos veículos elétricos é uma das principais preocupações de quem pretende comprar um automóvel com este tipo de tecnologia. A Hyundai indica quais os principais fatores que influenciam a autonomia.

Exposição a temperaturas extremas

Os proprietários de veículos elétricos devem evitar expor o automóvel a temperaturas muito elevadas ou baixas. Sempre que possível, o automóvel deve ser estacionado em locais que protejam o veículo da exposição direta ao sol ou à neve.

Carregamento da bateria

É recomendado carregar a bateria apenas até aos 80% de capacidade e evitar que se descarregue por completo. Caso aconteça, essa situação está a contribuir e a acelerar para a degradação da bateria. O ideal será sempre carregar o veículo até aos 80% e carregá-lo mesmo que o veículo ainda tenha bastante bateria, por exemplo 50%. Para além disto, é ainda preferível carregar a bateria nos postos de carregamento normais e evitar realizar muitos carregamentos nos postos de carregamento rápidos. Estas práticas ajudam também a preservar a vida útil da bateria.

Vida útil da bateria

Com o tempo, a bateria vai apresentando algum desgaste. Pelo que, quando o veículo é novo, apresenta uma autonomia de, por exemplo, 300 quilómetros. É natural que passados alguns anos a autonomia máxima seja ligeiramente inferior.

Estilo de condução

O estilo de condução afeta a autonomia no sentido em que velocidades elevadas, por exemplo, vão requerer que o veículo utilize uma maior quantidade de energia, acabando por a extinguir mais rapidamente.
As acelerações repentinas também irão contribuir para um gasto energético bastante superior. Neste aspeto, os veículos elétricos podem ser equiparados aos carros a combustão.

Trajeto a percorrer

Outro fator que funciona da mesma forma que nos automóveis a combustão. A autonomia vai variar de acordo com a exigência que o próprio trajeto impõe ao motor. Como tal, é natural e expectável que a quantidade de energia necessária para o fazer mover numa descida seja inferior à quantidade de energia necessária para o fazer subir.

A utilização de determinados equipamentos no automóvel

Ao utilizar o ar condicionado, o cruise-control e modos de condução menos ecológicos, estes equipamentos estarão a contribuir para a diminuição da autonomia do veículo pois têm influência no gasto de energia.

Artigo anterior

SEAT Tarraco mais atrativo com versão 2.0 litros TDI 150CV DSG de tração dianteira

Artigo seguinte

CUPRA Leon Competición em ação no WTCR 2020

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.