EnsaiosNoticias

FIAT 500X Sport 1.3 Firefly DCT: Fashion e desportivo!

As pessoas querem SUV e a FIAT pensou: “Porque não seguir as tendências do mercado com um modelo icónico?”. Surgiu o FIAT 500X, que recebe agora uma versão Sport e um motor generoso 1.3 Litros com 150cv de potência, que se aliam a um design vincadamente desportivo, sem perder as características “fashion” tão apreciadas nos FIAT 500.

O exterior do FIAT 500X na versão Sport convence, principalmente quando nos é entregue uma unidade com uma cor “berrante” que torna impossível não dar nas vistas. À cor juntamos um capô declivado e um tejadilho mais aerodinâmico.

Esta versão mais desportiva oferece ao FIAT 500X grelhas dianteiras pretas e contrastantes, molduras dos faróis de nevoeiro cinzentas mate, ópticas e luzes de iluminação diurna LED com fundo escuro, badges nos guarda-lamas, abas das rodas pintadas à cor da carroçaria, capas dos retrovisores cinzentas mate e ainda puxadores pretos. As jantes de 19 polegadas com dois tons são vistosas e estão envolvidas em pneus 225/40.

Outros destaques exteriores desta versão incluem puxadores das portas cinzentos mate, vidros traseiros escurecidos, friso da bagageira cinzento mate, faróis de nevoeiro, chave mãos-livres e ainda um pára-choques traseiro muito desportivo que alberga um difusor preto e uma dupla saída de escape.

O acesso ao interior satisfaz, as portas traseiras têm uma abertura generosa q.b, mas o facto de serem algo estreitas dificulta a entrada de passageiros de maior estatura ou de idade mais avançada. O ponto menos bom deixa-se compensar pelo tejadilho quase direito, que não nos obriga a dobrar em excesso. Uma vez no interior, o espaço nos lugares traseiros também não é uma referência, pois as pessoas de estatura média terão alguma dificuldade na acomodação das pernas, embora tenham espaço de sobra para a cabeça.

Uma vez sentados, os assentos proporcionam bom apoio lombar e apoio de pernas. A bagageira tem 350 Litros de capacidade, que se estendem até aos 1000 Litros com o rebatimento dos assentos traseiros. No habitáculo há muito espaço de arrumação com “dois” porta-luvas, bolsas das portas com tamanho generoso para armazenamento e um apoio de braço central que também permite guardar alguns objectos.

O design interior desta versão Sport faz-nos querer estar dentro deste FIAT 500X. Os designers da FIAT capricharam um carácter digno de verdadeiros desportivos, com pespontos vermelhos e brancos nos assentos dianteiros e traseiros, apoio de braço central, cobertura do painel de instrumentos, punho da caixa de velocidades e volante. Para além do já mencionado, este FIAT 500X Sport ainda nos brinda com um volante desportivo com pega em alcantara, forro do tejadilho preto, tablier cinzento mate e pedais em borracha e alumínio. O túnel central recebe ainda um acabamento com estilo fibra de carbono.

Os materiais a bordo têm boa qualidade: temos um tablier emborrachado, couro nas 4 portas e requinte para dar e vender. Não há ruídos parasitas a bordo, mas é quando batemos a porta que nos sobe um arrepio à espinha.

A este interior não falta equipamento, falamos de ar-condicionado automático de dupla zona (raro no segmento), botão start da ignição, entradas USB e de 12 Volts, painel de instrumentos digital TFT a cores 3,5″, Rádio tátil de 7″ Uconnect LIVE, Travão de estacionamento eléctrico, sensores de chuva e luminosidade, regulação lombar elétrica no lugar do condutor, controlo por voz, regulador e limitador de velocidade, porta USB para os lugares traseiros, patilhas no volante para troca de caixa, start&stop, 4 vidros elétricos, câmara de ajuda ao estacionamento traseiro, retrovisor interior eletrocromático, entre outros.

A versão Sport do FIAT 500X não tem navegação de série. Apesar disso, tem um sistema de multimédia preparado para Android Auto e Apple CarPlay, aplicações que nos permitem navegação através do Waze ou Google Maps. A função de multimédia é cumprida na perfeição, embora este ecrã já não tenha uma definição muito brilhante, face a alguns modelos de segmentos mais baixos.

O painel de instrumentos tem um computador de bordo com 3,5 polegadas que é um pouco monocromático, porém, apresenta a informação de forma intuitiva e completa. É neste que temos informações dos sistemas de ajuda à condução, dados de consumos e viagem, multimédia, velocímetro digital, entre outros.

A posição de condução é agradável, o punho da caixa de velocidades é ergonómico, o volante tem uma pega muito agradável, embora seja algo grande. Os comandos estão todos acessíveis, embora a consola não esteja focada no condutor, o que nos pode obrigar a fazer uma “ginástica” maior para operar o sistema de multimédia, contudo, esta situação é pouco provável, uma vez que o volante tem praticamente todos os comandos.

A visibilidade para a dianteira é aceitável, devido a um retrovisor mais afastado que nos facilita o olhar, apesar do pilar “A” mais largo. A visibilidade para a traseira sai prejudicada pelo óculo traseiro curto e pela traseira muito alta, como é já característico dos crossovers.

No comportamento dinâmico, o FIAT 500X satisfaz. Esta versão com jantes de 19 polegadas torna-se menos condescendente relativamente à filtragem das irregularidades, mas também se torna mais dinâmica e precisa na hora de curvar mais depressa. O chassi é rígido quanto baste e até permite umas brincadeiras quando o pé esquerdo se atreve a ir ao travão para provocar a traseira, apesar disso, os auxílios à condução estão sempre em “alerta”, o que faz com que as brincadeiras acabem depressa. A suspensão é firme, a direcção é directa q.b e o chassi é competente. Apesar de ser um automóvel mais alto, há pouco deslizamento da carroçaria.

Debaixo do capô está um motor 1.3 Litros Firefly de 4 cilindros turbo com 150cv de potência às 5250rpm e 270Nm de binário às 1850rpm. Este motor é despachado e oferece andamentos vivos ao FIAT 500X, principalmente nos arranques e recuperações. Quando a velocidade é mais elevada, nota-se uma redução acentuada no rendimento e lembramo-nos que se trata de um motor com apenas 1.3 Litros.

Esta receita é dinâmica o suficiente para proporcionar uma aceleração dos 0 aos 100km/h em apenas 9 segundos, antes de ser atingida a velocidade máxima de 200km/h.

Enquanto a performance e o comportamento dinâmico nos fazem sorrir, é quando olhamos para os consumos que não conseguimos deixar de fazer uma cara aborrecida. No nosso ensaio, os consumos pouco baixaram dos 8 Litros a cada 100km, em percursos mistos com e sem trânsito.

Já na segurança o FIAT 500X Sport contava com alerta de transposição involuntária de faixa, aviso de ângulo morto, travagem de emergência activa em cidade, monitorização da pressão dos pneus, entre outros. Ainda no campo da segurança, o FIAT 500 X obteve as 4 estrelas nos testes Euro NCAP realizados em 2015 com 86% na proteção dos adultos, 85% na protecção das crianças, 74% na proteção dos peões e 64% nas ajudas à condução.

O FIAT 500X Sport tem um preço que começa nos 24.304,00€ para o motor 1.0 Firefly a gasolina com 120cv. Este valor sobe para os 27.350,00€ quando escolhemos a motorização 1.3 Firefly de 150cv, só disponível com caixa automática DCT. O valor da versão ensaiada é de 30.400,00€, devido à pintura metalizada vermelho Seduzionne (550,00€), Jantes em liga-leve de 19 polegadas (350,00€), Pack FULL ADAS (Sistemas de segurança) (900,00€), Pack Bad S (Inserções de alcântara no volante, pedais em metal, luz ambiente…) (500,00€), Pack X-TECH Sport (chave mão-livres, entre outros) (350,00€) e Pack Magic Eye (Câmara de marcha-atrás e sensores dianteiros) (350,00€). Paga de IUC: 171,69€

Artigo anterior

Nissan revoluciona a produção de peças em fibra de carbono

Artigo seguinte

SEAT Tarraco mais atrativo com versão 2.0 litros TDI 150CV DSG de tração dianteira

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.