Noticias

Palatov: Para quando o “Ariel Atom” não chega! (vídeo)

Dennis Palatov foi proprietário de algumas das melhores máquinas de “track day” que existem! Desde Lotus Exige, Westfield e até de um Ariel Atom, quando percebeu que nenhum deles o satisfazia criou a Palatov Motorsport.

Concebeu o primeiro Palatov, para a Pikes Peak e este é também o mais potênte, chama-se D1 e cumpre o tradicional sprint dos 0 aos 100km/h em apenas 1,8 segundos! Este numero consegue-se com um peso de 498 quilos, tracção integral e um motor com 430cv de potência, o suficiente para ir tirar um 3º lugar em Pikes Peak na classe de automóveis sem limite de cavalagem / cilindrada. Para vos elucidar, o vencedor de Pikes Peak este ano foi o piloto da Porsche de Le Mans Romain Dumas.

Dennis Palatov revelou numa entrevista que a “sua praia” era mesmo a informática, uma área em que era licenciado e exercia como profissão. Este rapaz norte-americano desenhou este carro de corridas em conjunto com mais 5 colegas que trabalhavam com ele. Este grupo foi quase sempre auto-didacta e o que tinham em comum entre eles era mesmo o gosto pelos automóveis.

As outras versões são igualmente impressionantes, o Palatov D2, mediante opção pode contar com um Kit de pista que o torna mais leve, para ter emoções ainda mais fortes, este vem equipado com um motor V8 sobrealimentado que debita 660cv de potência, que fazem mover de forma despachada os 860 quilos desta versão D2.

O mais “fraquinho” é mesmo o D4, que conta com o motor de uma Suzuki Hayabusa e mesmo assim consegue oferecer emoções realmente fortes e ter uma aceleração equivalente à de um super carros, uma vez que estamos a falar de 3.5 segundos dos 0 aos 100km/h. Este Palatov D4 custa mais ou menos o preço de um Audi A4 nos estados Unidos… VENHA O PALATOV!

Tiago Neves

Artigo anterior

Novo Opel Astra OPC Line chega em Novembro!

Artigo seguinte

Volvo V60 D6 Plug-in Hybrid: A perfeição Híbrida!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.