Artigos

O CUPRA e-Racer elétrico de Turismo rodou pela primeira vez em circuito

A CUPRA levou o e-Racer até ao circuito de Zagreb, na Croácia, com o objectivo de experimentar pela primeira vez a integração das baterias eléctricas na restante massa do veículo. Estes testes em pista confirmaram a boa integração das baterias com os restantes elementos do primeiro automóvel de Turismo eléctrico.

A bateria do e-Racer é constituída por 6.072 células cilíndricas, o equivalente às baterias de 9.000 telemóveis. Todos os sistemas eléctricos, electrónicos, de bateria, de refrigeração e de propulsão foram testados em separado.

Na pista de Zagreb, todos os elementos foram integrados e a sua operacionalidade testada em conjunto pela primeira vez, com resultados bastante optimistas para a equipa CUPRA. Durante os dias de teste, as altas temperaturas verificadas na pista, confirmaram que o CUPRA e-Racer está pronto para enfrentar o desafio da competição. Destes primeiros testes retiraram-se conclusões muito positivas. Com estas credenciais, a autonomia do e-Racer consegue obedecer às regulamentações do campeonato E-TCR (Campeonato de Viaturas de Turismo Elétrico).

Os dados recolhidos nestes testes serão utilizados para ajustar os sistemas, permitindo que o próximo passo seja a melhoria da performance do veículo. O Dr. Matthias Rabe, Vice-presidente de Investigação e Desenvolvimento da SEAT, afirmou que “com o CUPRA e-Racer queremos levar a competição ao nível seguinte. Estamos a mostrar que podemos reinventar o desporto motorizado com sucesso. A competição automóvel é um dos pilares da Marca CUPRA e estamos orgulhosos na equipa que está a tornar realidade este Turismo de competição eléctrico”.

Artigo anterior

Estivemos em Barcelona ao volante do novo Hyundai Tucson!

Artigo seguinte

BMW M Performance Parts concebe M2 Lightweight para Goodwood!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.