Noticias

Mitsubishi “interrompe o investimento” no mercado Europeu!

A Mitsubishi planeia cortar custos em 20% nos próximos dois anos e uma das estratégias é interromper indefinidamente todos os lançamentos de novos modelos na Europa.

De acordo com a imprensa internacional, a marca nipónica vai centrar os seus recursos no mercado Asiático, onde tem uma quota de 6,4%, contra apenas 1,0% na Europa e 0,9% na América do Norte.

Como consequência, os clientes da Europa e do Reino Unido não vão poder adquirir novos modelos da Mitsubishi como a nova geração L200, o novo Outlander, ou mesmo o Mitsubishi Space Star. Um representante da marca no Reino Unido não revelou por quanto tempo a Mitsubishi irá “interromper o investimento” no mercado Europeu, mas acrescentou que a situação está a evoluir e a mudar rapidamente.

Ainda assim, a Mitsubishi continuará a vender alguns dos novos modelos em concessionários da Europa, durante algum tempo.

Ao interromper o lançamento dos novos modelos, a Mitsubishi está “a permitir” que a actual gama não esteja a cumprir as regulamentações da União Europeia relativas a emissões de CO2. Esta situação indica que a marca pode estar a considerar a saída do mercado Europeu.

“Vamos mudar a nossa estratégia de expansão para total seleção e concentração. Antes de tudo, vamos concluir as nossas reestruturações e fortalecer ainda mais as áreas em que somos competitivos. Em última análise vamos constituir uma estrutura que gere lucros durante este periodo”, disse o CEO da Mitsubishi, Takao Kato.

No mercado japonês, a Mitsubishi planeia mudar a produção do seu SUV Pajero de Sakahogi para Okazaki, fechar algumas concessões menos expressivas e promover os seus negócios.

Artigo anterior

Preço indicativo de comercialização Novo Mercedes-AMG GT Black Series

Artigo seguinte

Hyundai Motor vencedora nos 2020 Future Mobility of the Year Awards

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.