NoticiasComunicados de Imprensa

Hyundai alcança o Top 3 na venda de veículos eletrificados

A Hyundai Portugal alcança o Top 3 na venda de veículos eletrificados no mercado das marcas generalistas em fevereiro de 2020.

Conquistou uma quota de mercado de 10,5% nos veículos eletrificados.

A Hyundai Portugal voltou a registar um resultado positivo no que diz respeito ao mercado veículos eletrificados, alcançando a terceira posição do ranking das marcas generalistas, subindo um lugar face a janeiro de 2020. O market share da Hyundai Portugal no segmento dos veículos eletrificados (10,5%) é mais do dobro da quota atual da marca, reforçando, assim, a sua forte presença na ecomobilidade.

Esta subida de uma posição resultou da entrega de 159 unidades eletrificadas, representadas pelos seguintes modelos: Kauai Electric, Kauai Hybrid, Tucson 48V Hybrid, IONIQ Plug-in Hybrid, IONIQ Hybrid e IONIQ Electric.

Entre a gama de viaturas eletrificadas Hyundai, merece particular destaque o primeiro SUV 100% elétrico do mercado, Kauai EV, que teve o maior peso nas matrículas da marca neste segmento.

As viaturas que apresentam soluções ecológicas estão a ganhar cada vez mais peso, tendo atingido uma quota de mercado de 9,4% no segundo mês do ano de 2020, dentro das marcas generalistas. Dada esta tendência, a Hyundai disponibilizará, até ao final de 2020, motorizações eletrificadas em toda a sua gama, com exceção do Hyundai i10.

Pelo que naturalmente, o peso das vendas de veículos eletrificados da marca continuará em constante crescimento.

Desta forma, a Hyundai consolida, mais uma vez, a sua posição de liderança na ecomobilidade, ao ser a única marca automóvel a disponibilizar todas as soluções ecológicas na sua gama.

Artigo anterior

Governo francês vai apoiar Renault e PSA durante crise do novo Corona Vírus?

Artigo seguinte

Radiografia a um automóvel elétrico

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.