Rúbricas

E vocês? Ainda tem o vosso primeiro carro?

Esta semana fui entregar o meu primeiro carro. Confesso que me senti triste, e a achar que entregar o primeiro carro devia ser crime. A vida assim o exige, agora veio um mais económico, com ar-condicionado e com outra imagem.

Com o meu velho Nissan Almera foram as histórias, os passeios e os tratamentos que aquele carro levou sem nunca me deixar ficar mal. O meu velhinho Nissan foi a minha “cobaia”, o meu meio de transporte e muitas das vezes foi também o meu escape para algumas frustrações que entretanto apareciam.

Foi nele que eu sai à noite pela primeira vez, foi nele que aprendi a fazer ponta-tacão, a travar com o pé esquerdo e a apanhar uns valentes sustos de vez em quando… Era nele que ia buscar os automóveis para ensaiar na CarZoom e foi ele que me permitiu conhecer algumas terras que eu nem sabia que existiam.

11144977_1005647849454170_8488307890135952673_o

A fiabilidade daquele automóvel era realmente fantástica, tratava-se de um Nissan Almera SR verde garrafa, 3 portas, com o motor 1.4 a gasolina de 87cv! É certo que levava óleos e filtros a tempo e horas, mas muitas das vezes questionava como é que aquele motor a levar tareia e trocas de caixa às 6.000rpm nunca cedia… Era realmente bom e o som do 1.4 nipónico quase ao redline era algo que alegrava os ouvidos e arrepiava a espinha.

Depois da ultima aquisição, o Kart, deixei de ter prazer em gastar dinheiro desnecessário em gasolina, num automóvel que não andava nada de especial e que não tinha ar-condicionado! Então fui “obrigado” a “entregar” o meu Nissan Almera.

11412428_990922520926703_8535543720800095349_n

Para o seu lugar chegou um automóvel com uma imagem bem melhor, a diesel, mas não por isso menos divertido de conduzir.

Resta-me esperar que o próximo dono o trate tão bem quanto eu! Talvez daqui a uns anos, volte a ser meu. Vontade não falta!

Tiago Neves

Artigo anterior

Porsche desenvolve pneus para clássicos!

Artigo seguinte

Toyota Yaris Hybrid: Tecnologia amiga do ambiente!

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *