ArtigosEnsaios

Peugeot 3008 1.6 BlueHDi Allure: Estivemos ao volante do carro do ano!

O PEUGEOT 3008 foi eleito carro do ano 2017! A marca Francesa decidiu abandonar as linhas “monovolume” da anterior geração e apostar naquele que se tornou um dos melhores SUV do segmento. Portador de uma qualidade e design capaz de assustar os premium mais exclusivos e irreverentes.

É impossivel não gostar do Peugeot 3008, pois onde quer que passe faz girar cabeças e “parar o transito”. É para nós um dos SUV mais bonitos da actualidade.

A frente continua a adoptar o estilo da marca Francesa. Contamos com uma grelha de dimensões generosas em cascata, com o logótipo da marca ao centro. À volta da grelha aparece a moldura cromada que alberga o nome da marca no topo centrada com o “leão” da Peugeot.

Das ópticas ao pára-brisas existe um friso preto que oferece um estilo mais cuidado, que por sua vez transmite uma ideia de qualidade e robustez. Ainda na frente contamos com as protecções plásticas que para além de oferecerem um ar mais radical também podem proteger a carroçaria quando decidimos optar pelos caminhos de terra.

Nas laterais contamos com uma linha de cintura subida, vidros traseiros escurecidos, protecções da carroçaria com um tamanho generoso e um pilar “C” acabado a preto que oferece uma ideia de continuidade dos vidros laterais até ao óculo traseiro. As jantes de 18 polegadas contam com duas cores e o seu tamanho generoso também é responsável pelo “look” agradável que encontramos ao longo de todo o Peugeot 3008.

Na traseira encontramos uma verdadeira obra de arte. Um aspecto altamente futurista, onde as luzes traseiras “rasgam” a carroçaria e a tampa da bagageira, que por sua vez adopta uma cor escura que contrasta com o resto da carroçaria. O pára-choques traseiro é grande e robusto afim de proteger possíveis “picadas” provocadas por caminhos mais acidentados.

O habitáculo é bastante acolhedor e chega mesmo a fazer com que nos sintamos no interior de um “bunker”. Protegidos pelo tablier, volante e assentos que oferecem um apoio lombar formidável. Dotado de materiais com qualidade salvo raras excepções na consola central, conta também com uma boa montagem. O design é sublime e cativa logo à primeira vista, com uma conjugação de cores nada cansativa e com materiais agradáveis ao toque, como: alumínio escovado, tecido, couro e plásticos moles.

Também o espaço a bordo é bastante “desafogado”, uma vez que viajamos confortavelmente nos lugares traseiros e dianteiros, com espaço para as pernas e para a cabeça. A bagageira conta com 591 Litros de capacidade, dá para levar este mundo e outro!

É no equipamento que o Peugeot 3008 se torna ainda mais surpreendente. Conta com um ecrã de 8 polegadas, onde encontramos o sistema de navegação e multimédia da Peugeot que é muito completo, funcional, com excelentes gráficos e funções como: sistema de navegação 3D, multimédia, telefone, serviços conectados, controlos da climatização e ajuda ao estacionamento. A estes sistemas juntamos o Mirror Link e Apple CarPlay. Em algumas versões, como opcional, podemos contar com o carregador Wi-fi e sistema de som “Focal”.

O novo Peugeot 3008 conta com a ultima geração do “I-Cockpit” que “junta” o volante de pequenas dimensões a um painel de instrumentos de 12,3 polegadas colocado a um nível superior, onde obtemos as mais diversas informações acerca da viagem, navegação, multimédia e configurações do veiculo.

Neste painel podemos optar pelas imagens do conta-rotações, navegação, apenas velocidade ou ainda dados de viagem. O ecrã cria um ambiente que fornece as informações pretendidas de uma forma completa que nos ajuda a não desviar o olhar da estrada. Infelizmente, à semelhança do que acontece com os outros modelos da marca, o volante tapa o ecrã quando adoptamos determinadas posições de condução.

O Peugeot 3008 é dos automóveis do segmento onde nos sentimos melhor a conduzir e a viajar. Existe espaço, bom ambiente, design cuidado e conforto que é já normal na marca francesa. A iluminação ambiente que surge durante a noite é bastante agradável e dependendo das versões podemos ainda contar com um ambientador de ar e assentos eléctricos com massagens nos lugares dianteiros.

A marca francesa apostou também na segurança ao equipar algumas versões do Peugeot 3008 com sistemas de segurança activa e passiva como: travagem autónoma de emergência, aviso de transposição involuntária de faixa com correcção de volante, alerta de fadiga do condutor, reconhecimento de sinais de transito, comutação automática de luzes de estrada e luzes de cruzamento, cruise-control adaptativo e PEUGEOT Connect SOS and Assistance que prevê chamadas de urgência automáticas e assistência localizada.

A versão ensaiada era a versão Allure com o motor 1.6 Litros BlueHDI com caixa automática EAT6. Um motor cuja palavra de ordem é a economia e as emissões de CO2. Conta com 4 cilindros, 120cv de potência e 300Nm de binário. Não é a motorização mais despachada do mundo, mas é na hora de olhar para os consumos que nos surge um sorriso no rosto. Falamos de um automóvel com um motor 1.6 Litros Diesel de caixa automática com 1990kg de peso Bruto, com consumos que podem andar abaixo dos 6 Litros a cada 100km.

Para além dos baixos consumos este motor consegue emissões de CO2 que variam entre as 100g/km e as 121g/km. O sistema “Selective Catalytic Reduction” e o FAP com aditivo AdBlue permitem uma diminuição do consumo de combustível e uma contenção de 90% na emissão dos óxidos de azoto (NOx) 99,9% de redução de partículas finas.

A caixa é automática de 6 velocidades com “impulso” eléctrico e técnologia “Quickshift”. Uma caixa automática bastante “suave” nas transições e rápida q.b. No modo manual contamos com as patilhas atrás do volante para a utilização da caixa que se torna ainda mais rápida no modo “Sport”

No que toca a prestações falamos de uma aceleração dos 0 aos 100km/h em 11.6 segundos e de uma velocidade máxima de 185km/h.

O novo chassi EMP2 coopera com uma direcção directa e precisa que oferece ao Peugeot 3008 um comportamento de referência e um conforto digno de registo.

Com o modo “Sport” ligado conseguimos um aumento de rapidez na caixa de velocidades, um acelerador mais sensível e uma direcção mais pesada, que nos transmite um melhor “feedback” da estrada. Como opção a Peugeot disponibiliza o “Grip Control” que nos ajuda quando queremos “subir a parada” para outras andanças nas estradas mais irregulares, com os mais variados pisos. (Versão ensaiada desprovida deste sistema).

O Peugeot 3008 é um automóvel que reúne várias qualidades num só. Um design digno de um quadro de Picasso, robustez acima do segmento, equipamento e conforto digno da excelência, motores lideres na economia e vencedores de vários prémios a nível mundial. Um chassi que oferece um comportamento formidável e uma condução agradável e relaxante.

Este novo SUV da marca Francesa está disponivel a partir de 30.680,00€. A versão ensaiada tinha um custo a rondar os 39.500,00€. Emite cerca de 120g/km de CO2 o que faz com que pague de IUC: 143,17€

Fotos: Raquel Von Kaminaru

Dados técnicos:

Modelo: 3008
Motor: 1.6 BlueHDi
Potência: 120cv às 3500 rpm.
Velocidade Máxima: 185 km/h
Aceleração 0 – 100 km/h: 11.6 sec
Capacidade depósito de combustível: 53 Litros
Lugares: 5
Espaço de Bagageira: 591 Litros
Posição do motor: Colocado na dianteira transversalmente
Cilindrada: 1560cc (4 cilindros em linha)
Binário: 300 Nm às 1750 rpm.
Tracção: Dianteira
Tipo de Caixa: Automática 6 velocidades
Travagem: Discos ventilados na dianteira / Discos traseiros
Direcção: Hidraulica
Emissões de C02: 120 g/km
Peso: 1990kg
Pneus: 225/55 R18
Jantes: 18 polegadas

Artigo anterior

Seria este o monolugar da Peugeot para a Formula 1?

Artigo seguinte

Esta é a história mais recente.

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *