Ensaios

Hyundai Tucson 1.7 CRDi DCT: Robusto e aventureiro!

Já lá vai o tempo em que não associávamos os automóveis Coreanos ao estilo e à robustez. O Hyundai Tucson é a prova de que os tempos mudaram!

O Hyundai Tucson foi renovado. Aparece agora mais jovem que nunca, mais desportivo e irreverente. Dotado de um design atractivo, capaz de cativar todas as idades e de passar uma ideia de robustez quase premium.

_s1a3105

A altura ao solo fá-lo assumir desde logo uma postura de liderança e as jantes de 19 polegadas acentuam o estilo rebelde. Um estilo que continua com a grelha dianteira de dimensões generosas, as luzes diurnas em LED por baixo dos faróis de nevoeiro e as protecções plásticas dignas de um verdadeiro Todo-o-terreno. O capo parece mais longo que o normal e o tejadilho tem alguma inclinação. A barbatana de tubarão aparece para evitar as antenas antiquadas.

Os vidros são escurecidos, uma característica quase imprescindível no segmento. Atrás os vidros tem dimensões mais reduzidas, devido à linha de cintura alta. Os farolins traseiros LED seguem a mesma linha dos novos modelos da gama e o spoiler traseiro alberga o 3º stop em LED.

_s1a2887

No interior contamos com robustez, uma qualidade razoável nos materiais acompanhada por uma boa montagem. Tudo é agradável ao toque, os assentos são confortáveis e o volante para além de bonito tem uma boa pega.

Os comandos estão dispostos de forma a facilitar o manuseamento e estão bem identificados. Podemos dizer que é um interior funcional, apesar de ter alguns botões a mais.

_s1a3135

O espaço a bordo é agradável, circulamos à vontade nos lugares traseiros e nos lugares dianteiros, no entanto, nos lugares traseiros as crianças teriam pouca visibilidade para o exterior, mesmo utilizando cadeirinha. As saídas de ar para os lugares traseiros são uma mais valia. O espaço na bagageira é de 488 Litros (com pneu sobressalente) e 513 Litros (com Kit reparação).

O sistema de informação e multimédia é também ele funcional. Aparece num ecrã táctil de 8 polegadas com uma boa imagem e ainda conta com uma bom sistema de som. A navegação é rápida quando nos enganamos no caminho, as indicações são claras e ainda temos 7 anos de acesso ao TomTom Live Sevices.

_s1a3159

O painel de instrumentos fornece bastante informação no ecrã situado entre o velocímetro e o conta-rotações. Informações de consumo, temperatura exterior, quilometragem, indicações do GPS, reconhecimento dos sinais de transito, definições e multimédia.

Os Coreanos tem-nos habituado a automóveis dotados de equipamento, por isso, este Hyundai Tucson não é diferente. Contamos com ar-condicionado automático dupla-zona, assento do condutor com regulação eléctrica, assentos dianteiros aquecidos, cruise-control, Porta-luvas com refrigeração, sensores de chuva e luminosidade e Sistema Flex Steer (modos da direcção).

_s1a3175

Na segurança sistema de travagem autónoma de emergência, controlo de travagem em descidas íngremes, sensor de pressão dos pneus, ajuda ao estacionamento traseiro com câmara de marcha-trás, sistema de ajuda ao arranque em subida, entre outros.

A posição de condução do Hyundai Tucson é agradável, assim como a condução, sentimos-nos a um nível acima, a configuração das suspensões está no ponto. Conseguimos andar de forma “confortável” em estradas de terra, em trilhos mais acidentados e em alcatrão. O chassi é bom, a direcção podia oferecer melhor feedback, mas já teve melhorias. O sistema Flex Steer ajuda-nos a obter uma direcção ligeiramente mais pesada e não tão “vaga” no modo sport.

_s1a3178

O motor 1.7 CRDi com 141cv é enérgico q.b e proporciona andamentos vivos a este automóvel que é grande e pesado. Já a caixa DCT de dupla embraiagem com 7 velocidades é um bocadinho lenta e podemos dizer que acaba por aumentar os consumos que dificilmente baixaram dos 7 litros a cada 100km.

O que é importante retirar deste ensaio é que o Hyundai Tucson é um automóvel versátil, com espaço, com robustez, fiabilidade, um bom motor, uma garantia de 5 anos com manutenção incluída e um preço da versão ensaiada que ronda os 37.610,00€.

_s1a3196

O Hyundai Tucson emite cerca de 147g/km de CO2, o que tendo em conta o motor 1.7 diesel o faz pagar de IUC: 250,61€

Tiago Neves

Fotos de: José da Palma

Artigo anterior

Toyota Prius 1.8 HSD: A nave ecológica!

Artigo seguinte

Proprietário de BMW M3 coloca-o na sala para o proteger do furacão Matthew !

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *