ArtigosZoom Safety

Aviso de transposição involuntária de faixa evita centenas de mortes nas estradas!

Os sistemas de alerta de saída involuntária de faixa, estavam disponíveis apenas em automóveis mais equipados. No entanto, este é um sistema que tem equipado cada vez mais automóveis em todos os segmentos e de acordo com o instituto de segurança rodoviária, este sistema de ajuda à condução tem evitado centenas de mortes nas estradas.

A vice-presidente da IIHS (Insurance Institute Highway Safety) Jessica Cicchino, conduziu um estudo a este sistema que determinou a sua eficácia, de acordo com falhas na condução relatadas pelas autoridades do transito, que revelaram as condições da maioria dos acidentes de viação.

O estudo revela que este sistema reduz em 11% as taxas de acidentes de um veiculo que muda de faixa. Por sua vez, reduz as lesões neste tipo de acidentes em 21%. Nas falhas relatadas pela policia determinou-se que 85.000 acidentes teriam menos 55.000 pessoas feridas com a ajuda deste sistema de transposição involuntária de faixa. Este estudo foi realizado nos Estados Unidos, mas é válido para todos os automóveis com este sistema.

De acordo com Jessica Cicchino, este é um sistema de ajuda à condução crucial para reduzir a sinistralidade e diminuir o numero de feridos e mortos nas estradas.

“Dado o grande número de falhas fatais que envolvem saídas de faixa involuntárias, esta tecnologia destinada a prevenir estes acidentes tem o potencial de salvar muitas vidas”. Declarou a vice-presidente do instituto americano de segurança rodoviária.

Estudos anteriores revelaram que o alerta de transposição involuntária de faixa poderia reduzir os acidentes em mais de 50%. Contudo, a IHSS acredita que não reduz, devido ao facto dos condutores desligarem este sistema de ajuda à condução, apesar dos benefícios que este traz.

Artigo anterior

Audi lançou milhares de automóveis com o mesmo número de chassi!

Artigo seguinte

Esta é a história mais recente.

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *